Topo

Fórmula 1

Jornal: Apple quer comprar McLaren por até R$ 6,36 bi; Fabricante nega

Dan Istitene/Getty Images
Ron Dennis, um dos acionistas majoritários da McLaren Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

21/09/2016 12h50Atualizada em 21/09/2016 21h15

De acordo com o jornal britânico Financial Times, a Apple, gigante mundial da tecnologia, negocia com o McLaren Technology Group para comprar uma parte ou até mesmo a totalidade da empresa automotiva. O valor da transação pode chegar a 1,5 bilhão de libras (cerca de R$ 6,36 bilhões).

O McLaren Technology Group é um conglomerado que engloba, entre outros negócios, a equipe de Fórmula 1 da McLaren e também os carros de estrada da companhia. Os acionistas majoritários são Ron Dennis (chefe da equipe de F-1), Mansour Ojjeh e o governo do Bahrein.

Segundo o Financial Times, o interesse da Apple é na tecnologia, na expertise de engenharia e nas patentes da McLaren. Um exemplo seria um motor elétrico de alto desempenho desenvolvido pela empresa britânica.

De acordo com o site Motor Authority, as negociações com a McLaren alimentam os rumores de que a Apple estaria desenvolvendo um carro próprio - ou tecnologia para outros carros - sob o codinome "Projeto Titan".

Fabricante nega o negócio

Após a revelação do Financial Times, um porta-voz da McLaren desmentiu uma negociação com a empresa de tecnologia. Em entrevista à agência de notícias “Reuters”, o funcionário afirmou que a fabricante de carros não conversa com a Apple.

“Podemos confirmar que a McLaren não está em discussão com a Apple a respeito de qualquer investimento em potencial”, iniciou. “Como seria de se esperar, a natureza de nossa marca significa que temos regularmente conversas confidenciais com uma vasta gama de partes, mas nós as mantemos confidenciais”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!