Fórmula 1

Em má fase na Ferrari em 2016, Vettel vira o rei das reclamações na F-1

Dan Istitene/Getty Images
Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Cingapura

23/09/2016 06h00

Sebastian Vettel não está vivendo um grande momento na Ferrari: com o crescimento da Red Bull e algumas oportunidades perdidas pela própria equipe, o alemão, que venceu três provas ano passado, seu primeiro na Scuderia, e conquistou uma série de pódios, tem 50 pontos a menos do que tinha no mesmo ponto da última temporada. E a frustração do tetracampeão vem ficando cada vez mais clara tanto em suas entrevistas, quanto na relação com os próprios colegas.

Felipe Nasr já foi uma das vítimas da ‘metralhadora’ Vettel, quando o alemão disse que era “ridículo demorar mais de uma volta para dar uma volta” no piloto brasileiro.

"O Vettel é o que mais reclama de tudo, principalmente por conta de bandeira azuis. É difícil porque, se você está com o pneu novo e o cara que está dando uma volta em você está com o pneu usado, a diferença fica pequena e o cara acha que está chegando, mas não está. E ele quer que você saia da frente de qualquer jeito. Mas é verdade que o próprio Vettel já falou que esteve nas duas situações e que é difícil.”

Ao lutar por posição com Daniel Ricciardo no GP da Espanha, Vettel também não gostou da manobra do australiano e disse via rádio: “O que é isso, uma corrida ou ping pong?”

A reclamação também não surpreendeu o piloto da Red Bull. “Aparentemente ele foi meio agressivo no rádio. Típico”, disse Ricciardo, que foi companheiro de Vettel.

Nem mesmo os campeões mundiais escapam do alvo do alemão. No GP da Europa, o piloto da Ferrari disse que estava “perdendo temperatura nos pneus que nem um doido porque o Alonso, não sei por que, está andando como se estivesse num ônibus turístico.”

A Fórmula 1 e a própria mídia também viraram alvo das críticas do alemão neste ano. No GP do Canadá, Vettel disse que “os jornalistas escrevem coisas que não são verdade e perguntam coisas que não têm nada a ver porque não fazem seu trabalho direito.”

O piloto também não gosta das unidades de potência híbridas, que estrearam em 2014, e em várias oportunidades criticou os atuais carros da Fórmula 1.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

UOL Esporte
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo