Topo

Fórmula 1

Após virada, Hamilton tenta retomar a ponta em terreno 'desconhecido'

REUTERS
Imagem: REUTERS

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Sepang (Malásia)

27/09/2016 06h00

Primeira das duas provas em sequência realizadas na madrugada do horário brasileiro, a etapa da Malásia tem tudo para ser importante para o desenrolar do campeonato. Afinal, depois de três vitórias seguidas, Nico Rosberg tomou a liderança de Lewis Hamilton, que tenta se recuperar após um final de semana apagado em Cingapura.

Além da luta pela ponta, a prova no circuito de Sepang costuma ser marcada pela alta possibilidade de ultrapassagens e chuva, sendo palco de algumas surpresas nos últimos anos, como quando Sergio Perez lutou até o fim pela vitória em 2011 com uma Sauber e Sebastian Vettel venceu com a Ferrari ano passado.

Confira os 5 motivos para não perder o GP da Malásia:

1. Reação de Hamilton? O piloto inglês vinha em uma forte sequência no mês de julho, vencendo quatro corridas seguidas e chegando à liderança do campeonato pela primeira vez no ano, mas uma punição na Bélgica, uma largada ruim na Itália e um final de semana apagado em Cingapura o colocaram em desvantagem novamente a seis provas do fim do ano.

2 Novo asfalto: A prova malaia foi transferida de sua data tradicional, no início da temporada, para outubro devido à reforma pela qual passou. E a evolução do novo asfalto pode surpreender algumas equipes.

3. Ferrari pode aprontar? A equipe não vem em um bom momento, com grande pressão interna por ter sido superada pela Red Bull. Porém, o vencedor do GP da Malásia do ano passado, Sebastian Vettel, foi de último a quinto em Cingapura e disse que poderia ter vencido caso não tivesse tido uma quebra na classificação. E espera aprontar de novo em Sepang.

4. Chuva sempre é ameaça: Com o clima tropical da Malásia, a pancada de chuva é uma certeza. A questão é apenas a hora que a água vai cair e mudar a história da corrida. Que o diga Fernando Alonso, que se aproveitou de uma corrida que começou com chuva e terminou no seco para vencer em 2011 com outra surpresa, Sergio Perez, em sua cola.

5. Chances de ultrapassagens: o traçado do circuito da Malásia, com curvas amplas que permitem que os pilotos optem por linhas diferentes, além das longas retas, costuma proporcionar várias chances de trocas de posição.

O GP da Malásia terá treinos livres a partir da quinta-feira no Brasil, às 23h. O segundo treino será na madrugada de sexta, às 3h. A classificação será às 6h do sábado e a corrida terá largada a partir das 4h do domingo.

Primeira das duas provas em sequência realizadas na madrugada do horário brasileiro, a etapa da Malásia tem tudo para ser importante para o desenrolar do campeonato. Afinal, depois de três vitórias seguidas, Nico Rosber","image":{"sizes":null,"height":300,"width":615,"crops":"80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;956x500;1024x768;1920x1080;1920x1234","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/esporte/3c/2016/09/04/rosberg-vence-e-agora-soma-248-pontos-no-mundial-hamilton-tem-250-pontos-1472997361987_615x300.jpg","type":"","titulo":"","credito":"REUTERS"},"date":"28.09.2016 09h42","kicker":"UOL Esporte - F-1"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="esporte/esporte.f1">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!