Fórmula 1

Brasileiros ficam aquém do esperado e preveem corrida dura na Malásia

Clive Mason/Getty Images
Imagem: Clive Mason/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Sepang (Malásia)

01/10/2016 11h30

Os brasileiros Felipe Massa e Felipe Nasr ficaram com a sensação de que poderiam ter feito mais na classificação para o GP da Malásia. O piloto da Williams vai largar na décima colocação e o da Sauber, na 18ª.

Massa vinha andando bem na classificação, ficando o tempo todo à frente das Force India, grandes rivais da Williams neste final de temporada. Sua última volta, contudo, não foi limpa.

“Eu peguei o Hamilton bem lento na minha última volta rápida. Ele tirou para o lado, mas eu acabei perdendo a traseira. Acho que foi pelo vácuo, não é que eu fui atrapalhado por ele. Foi uma pena porque perdi uma volta que poderia me colocar pelo menos duas posições à frente. Estávamos na briga com a Force India”, disse ao UOL Esporte.

A briga da Williams é pelo quarto lugar no campeonato de construtores. Porém, o time tem tido desempenho pior que a rival nas últimas corridas e também começará atrás na Malásia, pois Sergio Perez larga em oitavo e Nico Hulkenberg, em nono. O companheiro de Massa, Valtteri Bottas, é o 11º do grid.

“Acho que a corrida será tensa para nossa briga, para os dois lados. É importante que alguma coisa aconteça a nosso favor para conseguirmos mais pontos.”

Felipe Nasr também se disse contente com o rendimento do carro, mas não conseguiu extrair tudo do equipamento por uma falha operacional, que fez com que os pneus tivessem uma diferença de temperatura entre si.

“Fiquei praticamente na mesma zona em que lutamos por todo final de semana. Senti que minha volta foi boa, sem erros. Mas, na minha última tentativa, tínhamos identificado que a temperatura do meu pneu dianteiro estava mais fria, então não consegui aproveitar ao máximo e o primeiro setor ficou comprometido. Mas o equilíbrio do carro estava legal. Já quando saí dos boxes vimos que havia uma diferença entre o pneu direito e o esquerdo.”

Mesmo sem a falha, Nasr não acredita que poderia ganhar muitas posições. Sua briga neste final de semana tem sido mais com o companheiro Marcus Ericsson, que sai em 17º. A expectativa é semelhante para a corrida.

“A Renault está mais rápida neste final de semana e a Haas também. Temos que esperar alguma coisa acontecer para ver se aparece qualquer oportunidade.”

O GP da Malásia tem largada às 4h da madrugada pelo horário de Brasília.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo