Fórmula 1

Em prova dramática, Hamilton quebra e Ricciardo vence primeira do ano

Charles Coates/Getty Images
Imagem: Charles Coates/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Sepang (Malásia)

02/10/2016 05h41

Lewis Hamilton fez tudo certo e vinha na liderança até a quebra do motor com 16 voltas para o fim. A quebra não somente impediu que o inglês voltasse à liderança do campeonato, como também deu de bandeja a primeira vitória do ano para Daniel Ricciardo. O australiano teve de brigar na pista com o companheiro Max Verstappen pela conquista, com Nico Rosberg em terceiro. O líder do campeonato chegou a cair para 16º após um toque na largada, mas conseguiu se recuperar para abrir 23 pontos em relação a Hamilton.

“Primeiro, pensei que tudo tinha acabado depois da primeira curva, mas consegui lutar para voltar a uma posição de pódio. Eu queria um dia melhor hoje, mas as corridas são assim. É um bom momento e estou animado para a próxima prova. Ataque total”, disse Rosberg.

Hamilton, por sua vez, estava inconsolável após a prova. “Algo ou alguém não quer que eu vença esse campeonato, mas não vou desistir, vou continuar forçando”, disse o inglês. “Não sei se o carro vai aguentar. Nestas próximas cinco corridas, sabemos o que podemos fazer, mas sabe-se lá o que esses motores vão fazer.”

Demonstrando-se bastante emocionado ao vencer pela primeira vez em dois anos, Ricciardo comandou uma festa bem australiana no pódio. O piloto da Red Bull já havia prometido que faria o chamado shoey caso vencesse, e não apenas bebeu o champanhe usando o próprio sapato como taça, como também fez com que o chefe do time, Christian Horner, o companheiro Verstappen e até o terceiro colocado Rosberg o copiassem.

Os brasileiros não foram bem. Felipe Massa teve problemas mesmo antes da largada e terminou em 13º. Felipe Nasr abandonou.

Como foi a prova
A corrida começou movimentada desde o início, com Verstappen e Vettel dividindo a primeira curva. Com o toque entre os dois, sobrou para Nico Rosberg, que foi atingido por trás e perdeu muitas posições, tendo caindo para 16º. Com a suspensão quebrada, Vettel abandonou. Verstappen, por sua vez, caiu para quinto. Com isso, Hamilton passou na primeira volta na frente, seguido por Ricciardo, Perez, Raikkonen, Verstappen, Button, Hulkenberg, Bottas, Grosjean e a surpresa Ocon, que pulou da penúltima fila para o décimo lugar.

Para os brasileiros, as primeiras voltas da prova não foram nada positivas. Felipe Massa ficou parado ainda na volta de apresentação, com um problema de acelerador, e largou dos pits. O piloto da Williams tentou mudar a estratégia e colocar pneus duros, mas teve um furo e perdeu ainda mais tempo. Já Felipe Nasr não conseguiu aproveitar a confusão da largada e só ganhou duas posições, subindo para 16º.

Rosberg aproveitou a rodada da primeira curva para colocar os pneus duros, os obrigatórios da corrida, e veio ganhando posições, logo voltando ao top 10. Verstappen, por sua vez, antecipou sua parada e colocou o jogo de pneus macios que tinha guardado na classificação, passando a andar bastante rápido, em quarto.

Quando Hamilton, Ricciardo e Raikkonen fizeram seus pit stops, colocando os pneus duros, o holandês foi para a ponta, tentando abrir vantagem suficiente para se manter na briga pela vitória, uma vez que ainda teria de colocar os pneus mais lentos na segunda parte da prova.

O piloto da Red Bull parou com 20 voltas para o final, voltando em terceiro, atrás de Hamilton e de Ricciardo. Ambos, contudo, ainda teriam uma parada pela frente, enquanto o holandês iria até o final sem parar novamente. Nesse ponto da corrida, Raikkonen era o quarto e Rosberg já tinha subido para o quinto posto. Perez, Button, Bottas, Alonso e Sainz completavam o top 10, enquanto Nasr era 15º e Massa, 17º.

A briga tática, contudo, acabou não acontecendo. Hamilton teve uma inesperada quebra de motor, entregando a primeira colocação para Ricciardo, que vinha em uma disputa acirrada com Max Verstappen pelo segundo lugar. Aproveitando o Safety Car Virtual, os quatro primeiros - Ricciardo, Verstappen, Rosberg e Raikkonen - pararam novamente e colocaram os pneus macios, igualando a briga na frente.

Após as paradas, Ricciardo conseguiu um ritmo melhor e abriu em relação a Verstappen. A briga, então, passou a ser pelo último lugar no pódio. Afinal, Rosberg forçou a ultrapassagem para cima de Raikkonen e foi punido com a perda de 10s, tendo de abrir essa vantagem antes da linha de chegada. A Ferrari, contudo, não teve ritmo para se aproximar e o finlandês terminou em quarto. Valtteri Bottas fez uma grande corrida, com apenas uma parada, para terminar em quinto, à frente de Perez, Alonso, Hulkenberg, Button e Palmer, que pontuou pela primeira vez na carreira.

A 17º etapa da Fórmula 1 será já no próximo final de semana,  no Japão. Faltam cinco provas para o final.

Confira a classificação do GP da Malásia
1. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG Heuer 56 voltas / 1h 37m 12.776s
2. Max Verstappen HOL Red Bull-TAG Heuer +2.4s
3. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes +25.5s
4. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari +28.7s
5. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +61.5s
6. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +63.7s
7. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda +65.2s
8. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes +74.0s
9. Jenson Button ING McLaren-Honda +81.8s
10. Jolyon Palmer ING Renault-Renault +95.4s

11. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari +98.8s
12. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari +1 volta
13. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes +1 volta
14. Daniil Kvyat RUS Toro Rosso-Ferrari +1 volta
15. Pascal Wehrlein ALE MRT-Mercedes +1 volta
16. Esteban Ocon FRA MRT-Mercedes +1 volta

Abandonaram
Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari 
Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 
Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari 
Kevin Magnussen DIN Renault-Renault 
Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari 
Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo