Fórmula 1

Hamilton vence de ponta a ponta nos EUA e diminui desvantagem no campeonato

Do UOL, em São Paulo

23/10/2016 18h42

Lewis Hamilton fez uma corrida perfeita para vencer pela quinta vez em seis oportunidades o GP dos Estados Unidos. Com isso, o inglês descontou sete pontos e agora tem 26 de desvantagem para o companheiro Nico Rosberg, que andou em terceiro por boa parte da prova, mas conseguiu recuperar o segundo posto obtido na classificação para superar Daniel Ricciardo, da Red Bull, que foi o terceiro. A vitória também foi a 50ª de Hamilton, que está a uma de igualar Alain Prost como o segundo maior ganhador da história da F-1.

Entre os brasileiros, Felipe Massa sobreviveu a uma largada acidentada no meio do pelotão e vinha em sexto até ser tocado por Alonso em uma disputa com quatro voltas para o final, tendo um furo no pneu. Mesmo assim, o piloto chegou em sétimo e conseguiu fazer com que a Williams marcasse mais pontos que a Force India, a rival do time pelo quarto lugar entre os construtores. Felipe Nasr, que largou em 21º, chegou em 15º.

Hamilton largou bem e Ricciardo usou a aderência do pneu supermacio para ganhar a segunda posição de Rosberg. Raikkonen terminou a primeira volta em quarto, quanto Verstappen, que a exemplo das Mercedes largava com pneus macios, perdeu duas posições, mas recuperou uma com Vettel para ser o quinto. Vettel, Massa, Sainz, Alonso e Gutierrez completavam o top 10, após Hulkenberg e Bottas se tocarem com Perez.

Na volta 9, Ricciardo e Raikkonen foram os primeiros a fazer as paradas nos boxes, colocando os pneus macios. Surpreendentemente, na volta seguinte, Verstappen, que largada com os macios, parou na volta seguinte para colocar mais um jogo do mesmo composto. Os pilotos da Mercedes pararam logo depois, e Rosberg continuou atrás de Ricciardo e Hamilton retornou à frente do australiano. Porém, havia uma diferença entre os dois pilotos da Mercedes: Rosberg adotou o pneu médio e Hamilton seguiu com o macio. A liderança ficou com Vettel, que aguentou mais voltas com o pneu supermacio. O alemão só foi para os boxes na volta 15.

Com isso, Hamilton voltou à liderança, seguido por Ricciardo, Rosberg, Verstappen, Raikkonen, Vettel, Massa, Sainz, Kvyat e Alonso. Destes, apenas Rosberg e Alonso usavam os pneus médios, enquanto os demais optaram pelos macios.

Na volta 25, Raikkonen inaugurou a segunda rodada de pit stops, colocando supermacios e indicando que a Ferrari iria para três paradas. Já Ricciardo colocou os pneus médios. Na volta seguinte, Verstappen errou e voltou aos boxes, mas a equipe não estava preparada e o holandês perdeu tempo, caindo para sétimo. Para completar, o piloto perdeu velocidade e disse achar que tinha um problema de motor antes de abandonar.

Aproveitando o Safety Car Virtual causado pela parada de Verstappen, a Mercedes parou os dois carros, com Rosberg recuperando a posição com Ricciardo. Assim, com 25 voltas para o final Hamilton mantinha a liderança, com Rosberg, Ricciardo, Raikkonen, Vettel, Sainz, Massa, Alonso, Perez e Button.

Raikkonen ainda faria uma terceira parada, que não foi boa: o finlandês saiu dos boxes com o pneu ainda solto, e abandonou. Com isso o top 10 ficou com Hamilton, Rosberg, Ricciardo, Vettel, Sainz, Massa, Alonso, Perez, Button e Grosjean, que conseguiu marcar um ponto para a equipe norte-americana Haas logo em seu 100º GP  da carreira. Com seis voltas para o final, Alonso passou Massa na disputa da sexta colocação, em manobra que ficou sob investigação após a corrida. O espanhol ainda passou Sainz para chegar em quinto.

A 19ª etapa da Fórmula 1 será já no próximo final de semana, no México. São 75 pontos ainda em jogo na temporada.

Confira os resultados do GP dos Estados Unidos

1. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 56 voltas/ 1h 38m 12.618s
2. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes +4.5s
3. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG Heuer +19.6s
4. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari +43.1s
5. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda +92.5s
6. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari +93.4s
7. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes +1 volta
8. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +1 volta
9. Jenson Button ING McLaren-Honda +1 volta
10. Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari +1 volta

11. Kevin Magnussen DIN Renault-Renault +1 volta
12. Daniil Kvyat RUS Toro Rosso-Ferrari +1 volta
13. Jolyon Palmer ING Renault-Renault +1 volta
14. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari +1 volta
15. Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari +1 volta
16. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +1 volta
17. Pascal Wehrlein ALE MRT-Mercedes +1 volta
18. Esteban Ocon FRA MRT-Mercedes +2 voltas

Abandonaram:

Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari
Max Verstappen HOL Red Bull-TAG Heuer
Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari
Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo