Topo

Fórmula 1

Em 4º, Massa prefere manter pés no chão sobre pódio: "não é fácil"

REUTERS/Adrees Latif
Imagem: REUTERS/Adrees Latif

Luiza Oliveira

Do UOL, em São Paulo

11/11/2016 15h58

Felipe Massa fez o quarto melhor tempo do treino livre desta sexta-feira (11), mas, apesar do bom resultado, segue cético quanto a conquistar um espaço no pódio na corrida deste domingo, a ser realizada em Interlagos, na penúltima etapa do Mundial de Fórmula 1. O brasileiro, no entanto, mantém discurso otimista. 

"Tenho de acreditar até o final", disse, em discurso motivacional, em conversa com a imprensa. "Sabemos que não é fácil, é um resultado difícil para o carro que a gente tem hoje em dia. Mas tem que acreditar. Tudo pode ser possível, e às vezes as coisas acontecem pelo lado positivo. A gente tem que acreditar até o final e é o que estou acreditando nesse fim de semana". 

O piloto brasileiro da Williams, que está se despedindo da F1 nesta temporada, afirma que teve "um bom dia" nesta sexta. No segundo treino livre para o GP do Brasil, Massa marcou 1m12s789, o quarto entre todos. O melhor foi outra vez o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, que fez 1m12s271. 

"Acho difícil [pegar pódio] até porque é o mesmo carro das últimas corridas. E a gente estava atrás, então não será fácil. Nossa briga é com a Force India, tomara que a gente consiga", reforçou o paulista. 

"A pista estava meio suja hoje, vinha melhorando a cada momento. Tinha mais mudanças nas zebras, comparando com o ano passado. E ninguém sabia, ninguém tinha sido informado. A pista estava rápida comparando com o ano passado. Foi um bom dia para a gente, mas ainda tem muito que trabalhar e entender para continuar tendo um bom dia amanhã, que é o dia mais importante", avaliou Massa. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!