Fórmula 1

Nasr faz grande prova na chuva em Interlagos e salva Sauber da lanterna

AFP PHOTO / BEHROUZ MEHRI
Imagem: AFP PHOTO / BEHROUZ MEHRI

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

13/11/2016 17h12

Em situação ainda indefinida para a próxima temporada e tendo apenas duas opções de vagas para 2017, nas duas equipes mais fracas do grid, Felipe Nasr chegou ao GP do Brasil precisando de uma boa performance e torcendo para que a chuva lhe desse a chance de pontuar pela primeira vez no ano. E aproveitou muito bem a oportunidade, conquistando um nono lugar que parecia improvável quando o brasileiro largou da 20ª colocação.

"Estou muito feliz, fiz tudo o que podia hoje. O carro estava muito difícil, às vezes falava que o carro não ia ficar na pista, via uma Red Bull passando, uma Ferrari passando. Nestas condições, tem que minimizar os erros e consegui fazer isso. Acho que o mais importante foi o ritmo. Esses dois pontos valeram o ano inteiro, foi um resultado sensacional", afirmou o piloto à Band News FM.

"Fiquei surpreso, em determinado momento o ritmo era muito bom. Mas o Alonso é Alonso e colocou pressão no final. O pneu já tava muito desgastado, nem sei quantas voltas eu fiz. Eu acreditei que conseguiria pontuar. Mostrei para todo mundo o que eu vim fazer aqui.”

Nasr foi um dos pilotos que apostaram em não trocar os pneus de chuva extrema pelos intermediários na primeira parte da prova, lucrando quando houve a primeira bandeira vermelha. Depois, passou a ser pressionado por carros mais rápidos, sendo ultrapassado por Vettel e por Hulkenberg. Mesmo assim, conseguiu se manter na zona de pontuação.

Além da importância dos pontos para seu próprio futuro, a performance de Nasr praticamente garantiu o importante décimo lugar no mundial de construtores para a Sauber, que vinha zerada até aqui no ano. Os dois pontos colocam o time na frente da Manor. O décimo colocado é o último que recebe ajuda financeira para o transporte dos equipamentos nas corridas e que recebe dinheiro dos direitos comerciais.

"O mais importante é que eu mantive a cabeça focada no fim de semana, na corrida que era uma oportunidade única para marcar um ponto. Marquei dois, o que foi melhor ainda. A situação estava muito difícil, com condições de pista difíceis para todo mundo. São pontos importantes para a equipe também e ajudam muito na busca por recursos", disse o brasileiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Topo