Fórmula 1

Lewis Hamilton corre atrás de recorde de Senna e Schumacher em 2017

AP Photo/Nelson Antoine
Imagem: AP Photo/Nelson Antoine

Do UOL, em São Paulo

11/01/2017 04h00

Lewis Hamilton tem grandes chances de alcançar um dos recordes considerados mais impressionantes da Fórmula 1, e de quebra superar dois gigantes da história da categoria: Ayrton Senna e Michael Schumacher.

O britânico tem 61 poles positions na carreira, contra 65 do brasileiro e 68 do alemão. E, como mesmo com a mudança de regulamento pela qual a F-1 passará em 2017, a expectativa é que a Mercedes continue forte, ao que tudo indica parece ser uma questão de tempo até que tais marcas sejam superadas.

As 65 poles de Senna foram consideradas por muito tempo um recorde praticamente imbatível e, mesmo dominando o esporte por anos, Schumacher precisou de 243 GPs para igualar a marca que o tricampeão obteve em 161 largadas.

Isso aconteceu no GP do Bahrein de 2006. O alemão faria apenas mais três poles até se aposentar, com 308 largadas, ao final de 2012. Todas elas, contudo, foram marcadas na temporada 2006. No retorno após a primeira aposentadoria, Schumacher chegou a liderar uma classificação, em Mônaco, mas foi punido e não ficou com a pole.

No Bahrein, Schumacher disse que igualar Senna era algo que lhe “dá orgulho, e provavelmente é tudo o que eu deveria ou posso dizer sobre isso”. Bem mais emocionado, o alemão havia chorado na coletiva de imprensa quando igualou as 41 vitórias de Senna, ainda em 2000, quando venceu o GP da Itália, já correndo pela Ferrari.

Tal número já foi igualado por Hamilton em 2015, no GP do Japão. Atualmente com 188 GPs, o tricampeão tem 53 vitórias, além das 61 poles. Isso quer dizer que, mesmo superando o número absoluto de poles de Senna, sua média será inferior, assim como ocorreu no caso de Schumacher: o alemão saiu na frente de 22,15% das provas que disputou, o brasileiro em 40,37% e o inglês em 32,45%.

Hamilton não esconde que uma de suas metas para 2017 é colecionar mais poles. “Quando eu era jovem assistia a F-1, via Senna pilotando e pensava que queria fazer o mesmo. Depois comecei a reparar como ele pilotava, como se comportava, eu fui me inspirando, pois queria fazer algo semelhante a ele. No ano passado [2015] alcancei o mesmo número de títulos dele, igualei suas vitórias, ainda estou tentando chegar ao número de poles, pois ele teve muitas!”, reconheceu.

Se seguir no mesmo ritmo do ano passado, não deve demorar muito para Hamilton atingir seu objetivo: o inglês obteve 11 poles apenas em 2016.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo