Fórmula 1

Seis anos depois de grave acidente, Kubica se sente pronto para testar F-1

Leonhard Foeger
Imagem: Leonhard Foeger

Do UOL, em São Paulo

06/02/2017 11h38

Considerado um dos grandes pilotos de sua geração, Robert Kubica viu sua carreira na Fórmula 1 ser abreviada por um grave acidente quando participava de uma prova de rali, em 2011, dias depois de ter sido o mais rápido nos testes de pré-temporada. Com graves lesões no braço e na mão, o polonês sempre descartou voltar a correr na categoria, mas diz ter mudado de ideia recentemente.

Devido às limitações de movimentos em consequência do acidente, Kubica nunca mais competiu em carros de fórmula e recentemente foi confirmado no Mundial de Endurance, correndo com a equipe ByKolles. O retorno a uma competição de alto nível fez o polonês voltar a sonhar com a F-1.

“Há três anos me ofereceram a chance de testar um carro de F-1, mas naquele momento eu não tinha a confiança de que iria bem”, revelou em entrevista ao motorsport.com. A chance foi dada pela Mercedes depois que o piloto andou no simulador do time.
“Eu sei que às vezes você só tem uma chance, mas sempre quis me certificar sobre minha condição e o que posso fazer. E se eu não tinha certeza, sempre disse para mim: esqueça.”

Kubica lembrou que sua condição física “não é comum”. Por ter tido graves comprometimentos nos nervos da mão e do braço, o polonês convive com a limitação dos movimentos. Ainda assim, acredita que, atualmente, está preparado para andar em um F-1 novamente.

“Hoje eu responderia de forma diferente, eu gostaria de experimentar um carro de F-1. Faz tempo [que eu pilotei um F-1 pela última vez], então tenho que provar para mim mesmo - mas acho que eu me daria bem. Já experimentei vários simuladores e estou convencido de que poderia pilotar em 80% dos circuitos, mas não em todos”, afirmou.

“Também tenho de lembrar que testar de F-1 é uma coisa, fazer o final de semana de corrida é outra. Nas minhas últimas três temporadas, eu consegui um nível de performance muito bom e sinto que não tenho mais isso.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Topo