Topo

Fórmula 1

Testes têm carros 3s mais rápidos, novidade na Mercedes e Hamilton na ponta

Do UOL, em São Paulo

27/02/2017 13h59

O primeiro dia de testes da pré-temporada da Fórmula 1, realizado no Circuito da Catalunha, na Espanha, trouxe muitas confirmações - entre elas, a de que a Mercedes novamente vem forte, com Lewis Hamilton liderando. Esta foi a primeira vez que todas as 10 equipes colocaram seus carros juntos na pista, no primeiro dos oito dias de preparação oficial para a temporada 2017 e a expectativa de carros mais velozes e com visual mais agressivo na pista, além da promessa de problemas trazidos pelo novo regulamento, se tornou realidade.

O tempo de Hamilton foi mais de 3s mais rápido que a melhor marca do primeiro dia de testes do ano passado, realizado no mesmo circuito e que foi liderado por Sebastian Vettel, da Ferrari, segundo colocado no treino inaugural de 2017. Abaixar os tempos de volta foi a principal meta do novo regulamento, que tornou os carros mais largos, assim como os pneus.

Reprodução/Mercedes
Imagem: Reprodução/Mercedes
Uma das consequências do novo regulamento foi a volta das chamadas barbatanas de tubarão, que ajudam no fluxo do ar da asa traseira, agora mais baixa devido às regras. E a única equipe que ainda não tinha aparecido com a solução, a Mercedes, testou sua versão pela primeira vez, com Hamilton. O inglês assumiu o cockpit na parte da tarde após seu novo companheiro Valtteri Bottas andar pela manhã.

Bottas fechou o dia com o sexto tempo, atrás de Felipe Massa, da Williams, que chegou a liderar a sessão na parte da tarde e foi um dos poucos pilotos que deu mais de 100 voltas no dia, de Kevin Magnussen, da Haas, e Daniel Ricciardo, da Red Bull.

Outra confirmação do primeiro dia foi o aparecimento de problemas: como os carros são totalmente novos, há muito o que pode não funcionar tão bem nas primeiras saídas à pista, como perceberam Red Bull e McLaren. Ambos tiveram problemas com sensores logo na parte da manhã e perderam tempo de pista. Pior para a McLaren, que ficou quase sete horas parada nos boxes. Na parte final do treino, Fernando Alonso conseguiu completar parte de seu programa.

O espanhol cede o carro para o novo companheiro Stoffel Vandoorne no teste da terça-feira. Na Mercedes, Hamilton e Bottas voltam a se revezar. Kimi Raikkonen anda na Ferrari, Esteban Ocon na Force India, Lance Stroll na Williams, Daniil Kvyat na Toro Rosso, Kevin Magnussen na Haas, Jolyon Palmer na Renault e Antonio Giovinazzi na Sauber.

A pré-temporada da Fórmula 1 vai durar duas semanas, com oito dias de atividades de pista no total. O campeonato começa com o GP da Austrália, dia 26 de março.

Confira os tempos do primeiro dia de testes da pré-temporada da F-1

1. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 1m 21.765s (73 voltas)
2. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari 1m 21.878s (127)
3. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes 1m 22.076s (103)
4. Kevin Magnussen DIN Haas-Ferrari 1m 22.894s (50)
5. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG 1m 22.926s (48)
6. Valtteri Bottas FIN Mercedes-Mercedes 1m 23.169s (79)
7. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes 1m 23.709s (39)
8. Carlos Sainz ESP Toro Rosso-Renault 1m 24.494s (51)
9. Nico Hulkenberg ALE Renault-Renault 1m 24.764s (57)
10. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda 1m 24.852s (29)
11. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari 1m 26.076s (72) 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!