Topo

Fórmula 1

Raikkonen lidera, Mercedes impressiona e McLaren tem problemas nos testes

Do UOL, em São Paulo

28/02/2017 14h00

Os tempos de volta continuaram caindo no segundo dia de testes da pré-temporada da Fórmula 1. Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Lewis Hamilton, da Mercedes, andaram abaixo da casa de 1min21, mais de um segundo mais rápidos que a pole position do GP da Espanha de 2016, com o finlandês dois centésimos à frente. A maior velocidade é decorrente da mudança de regulamento pela qual a categoria passou em 2017.

Raikkonen fez sua melhor volta com os pneus macios, enquanto a marca de Hamilton foi obtida com os supermacios. Apenas o inglês e Kevin Magnussen usaram o composto, uma vez que a maioria preferiu trabalhar com os macios. De todos os pilotos que andaram nesta terça-feira, apenas Lance Stroll, da Williams, fez sua melhor marca com os médios.

Dan Istitene/Getty Images
Mercedes testou nova asa Imagem: Dan Istitene/Getty Images
Mesmo não liderando, a Mercedes mostrou força executando uma simulação completa de corrida com Valtteri Bottas no período da tarde, demonstrando a boa confiabilidade do carro novo. Os atuais tricampeões mundiais ainda testaram, com Hamilton pela manhã, uma asa diferente, dupla, logo à frente da asa traseira.

O mesmo não pode se dizer da McLaren que, a exemplo do primeiro dia, teve problemas no motor e pouco andou. Fazendo sua estreia no teste, o novato belga Stoffel Vandoorne ficou na penúltima colocação.

O belga só superou a Williams, que teve de encerrar o teste prematuramente depois que o estreante Lance Stroll escapou na pista e danificou o carro. Sem peças de reposição, o time foi obrigado a parar de andar. "Esse tipo de coisa acontece no começo", afirmou o piloto de 18 anos. "Não é ideal, mas acontece com todos. É uma pena porque é uma asa dianteira, mas a Fórmula 1 é assim. Os carros são muito complexos e não dá para errar. Foi só uma pequena rodada e meu teste acabou. Acontece, mas não vai prejudicar minha confiança, eu estava muito confiante e feliz com as voltas que estava fazendo."

Em seu primeiro dia a bordo do RB13, da Red Bull, Max Verstappen foi o terceiro colocado, mas ficou a mais de um segundo das melhores marcas do dia. Com os supermacios, Kevin Magnussen colocou a Haas em quarto. A Force India chegou a perder tempo de pista com um problema de escapamento, mas ainda assim Esteban Ocon fez a quinta melhor marca.

Os testes continuam nesta quarta e quinta-feiras no Circuito da Catalunha, na Espanha. A temporada começa com o GP da Austrália, dia 26 de março.

Confira os tempos do segundo dia de testes da pré-temporada

1. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari 1m 20.960s (108 voltas)
2. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 1m 20.983s (66)
3. Max Verstappen HOL Red Bull-TAG 1m 22.200s (89)
4. Kevin Magnussen DIN Haas-Ferrari 1m 22.204s (118)
5. Esteban Ocon FRA Force India-Mercedes 1m 22.509s (86)
6. Daniil Kvyat RUS Toro Rosso-Renault 1m 22.956s (68)
7. Valtteri Bottas FIN Mercedes-Mercedes 1m 22.986s (101)
8. Jolyon Palmer ING Renault-Renault 1m 24.139s (53)
9. Antonio Giovinazzi ITA Sauber-Ferrari 1m 24.617s (66)
10. Stoffel Vandoorne HOL McLaren-Honda 1m 25.600s (40)
11. Lance Stroll CAN Williams-Mercedes 1m 26.040s (12)

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!