Fórmula 1

Acidente com companheiro faz Williams cancelar teste de Massa na Espanha

AP
Imagem: AP

Do UOL, em São Paulo

02/03/2017 05h14

A Williams descobriu uma falha no chassi de seu carro depois do acidente sofrido por Lance Stroll no teste desta quarta-feira e decidiu se retirar do treino de hoje. Nesta quinta, o programado era que Felipe Massa fizesse seu segundo dia de pré-temporada, em uma sessão na qual a pista foi molhada artificialmente para que a Pirelli testasse os novos pneus de chuva.

A batida não foi forte. Porém, o time divulgou um comunicado pouco antes do início da sessão desta quinta-feira, a última desta semana, dizendo que "por questões de segurança, decidimos não andar hoje. Um segundo chassi será preparado na pista nesta tarde, como estava originalmente planejado, com a equipe focando em entrar de volta para o segundo teste, semana que vem, começando na terça-feira."

O chefe de engenharia Rod Smedley, contudo, não quis culpar seu piloto e disse que Stroll foi pego de surpresa pelo comportamento dos pneus, algo que também já fora relatado por Felipe Massa.

"Os dois falaram bastante sobre esses pneus. Eles são bons, mas há um certo momento em que eles se tornam muito complicados", disse Smedley. "Felipe perdeu o carro no primeiro dia porque ele saiu dessa área em que os pneus geram muita aderência e passaram a não render tanto É algo a que eles estão se adaptando e o Felipe disse que achou bem complicado no primeiro dia. Ouvi que os outros times também estão passando pelo mesmo."

No caso do acidente desta quarta-feira, Stroll ainda estava com pneus frios. "Ele estava com muito combustível e o pneu escapou dele. Ele foi uma vítima inocente desse acontecimento. O que deveria ter sido uma perda de controle acabou com uma batida. Acontece. Obviamente ele não tem culpa."

Antes de saber que a equipe não continuaria testando, o piloto de 18 anos classificou a batida como "um incidente menor", no qual foi "vítima". "O carro simplesmente escapou de mim. Estamos tentando descobrir exatamente o que aconteceu." O canadense tinha se mostrado contente com seu desempenho no dia, destacando o fato de ter feito quase 100 voltas. Foi um dia muito bom."

Três escapadas em dois dias

Mark Thompson/Getty Images
Batida ocorreu na parte final do teste da quarta-feira Imagem: Mark Thompson/Getty Images
No entanto, não foi a primeira vez que um incidente do estreante atrapalhou os planos da equipe. Na terça-feira, seu primeiro dia no carro, Stroll deu uma escapada, danificando o assoalho e a asa dianteira do carro. Como a Williams ainda não tem muitas peças de reposição, o time não pôde voltar à pista e perdeu algumas horas em sua preparação. Antes de bater na quarta, o canadense já havia perdido o controle do carro, indo parar na brita e causando uma bandeira vermelha.

Esse tipo de coisa acontece no começo", afirmou o piloto de 18 anos na quarta-feira. "Não é ideal, mas acontece com todos. É uma pena porque é uma asa dianteira, mas a Fórmula 1 é assim. Os carros são muito complexos e não dá para errar." 

Vindo de uma família bilionária, Stroll ganhou fama pelos números impressionantes de sua preparação. Seu pai, magnata da indústria da moda, comprou um Williams de 2014 e contratou vários profissionais da própria equipe e especialistas de motores da Mercedes para acompanhá-lo em testes que passaram por várias pistas do campeonato. A preparação contou, inclusive, com a ajuda de Felipe Massa, que testou com o novo companheiro em Abu Dhabi e no Bahrein no mês passado.

O piloto foi defendido por Lewis Hamilton, que destacou a dificuldade dos carros atuais, diferentes após uma mudança no regulamento que os deixou mais rápidos. "Sinto pena dele porque é o pior ano para estrear na Fórmula 1. Sei que ele viajou o mundo testando com a Williams e ele definitivamente teve mais preparação que qualquer um que chegou aqui. Mas o carro não é nada fácil de pilotar.  É muito mais rápido nas curvas. A precisão é ainda mais importante do que no passado: o carro do ano passado é fácil comparado com este", afirmou o tricampeão.

A pré-temporada da Fórmula 1 é composta por oito dias divididos em duas baterias de quatro. A Williams volta à pista para o quinto dia de testes, na próxima terça-feira, e tem até a sexta-feira para se preparar para a primeira etapa do campeonato, dia 26 de março, na Austrália.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo