Fórmula 1

Cláusula prevê fim de acordo McLaren-Honda. Isso pode selar saída de Alonso

Dan Istitene/Getty Images
Espanhol tem contrato com a McLaren até o fim de 2017. Falta de resultados da Honda pode atrapalhar uma possível renovação no compromisso para 2018 Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/03/2017 19h11

Depois de duas temporadas sem vitórias, a McLaren anunciou no fim de 2014 a volta do acordo de fornecimento de motores com a Honda. No entanto, os resultados seguem aquém do esperado pela equipe inglesa – já são quatro anos sem vencer uma corrida (2013 e 2014 com a Mercedes, 2015 e 2016 com a Honda), sem dar indícios de que o quadro irá se reverter em 2017.

Assim, a situação do acordo entre McLaren e Honda começa a apresentar sinais de deterioração. Com desempenho abaixo das principais rivais nos testes da pré-temporada, a equipe cobra a fornecedora. O motor até esboçou uma reação, mas ainda distante de Mercedes e Ferrari, por exemplo.

A insatisfação pode inclusive mudar os planos da parceria. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, a falta de desempenho pode abreviar o retorno da Honda aos carros da McLaren.

“A McLaren tem um acordo de longo prazo com a Honda, até 2024, mas é sabido que há cláusulas de rompimento de ambos os lados. Se a McLaren desejar rompê-lo, poderá faze-lo no fim deste ano”, destaca a publicação. “Da mesma forma, se a Honda sentir que seus problemas estão causando mais danos à imagem do que podem encarar, eles também podem romper laços. (Porém), os dois lados querem evitar o cenário apocalíptico, demonstrando compromisso público um com o outro.”

Se quiser manter a Honda a partir de 2018, a McLaren deve se sujeitar a um risco: o de perder Fernando Alonso. Pelo menos de acordo com outro jornal britânico, o Daily Express.

O bicampeão chegou à equipe no começo de 2015 para conduzir a equipe de volta às vitórias com o motor japonês. No entanto, em dois anos, o espanhol não conquistou nem mesmo um pódio. A melhor posição foi o quinto lugar em três corridas: Hungria-2015, Mônaco-2016 e Estados Unidos-2016.

O contrato do bicampeão com a McLaren vai até o final de 2017 – e, durante os testes de pré-temporada, o próprio Alonso deixou claro que pode ir embora em 2018 caso não veja evolução no pacote oferecido por McLaren e Honda.

“Meu futuro não é minha prioridade agora”, disse, segundo o jornal. “Eu vivo o presente e tento aproveitar o máximo que posso no momento”, completou.

O diário, por sua vez, condiciona a permanência de Alonso justamente ao acordo entre McLaren e Honda. “As duas partes têm acordo contractual até 2024, mas sabe-se que há cláusulas de rompimento, inclusive uma que pode encerrar o compromisso no fim desta temporada”, relembra. “Se Alonso for convencido a ficar, certamente será com base na ativação da cláusula em questão”, completa.

Aos 35 anos, Alonso faz aniversário em julho, justamente quando a dança das cadeiras na F1 começará a ganhar força. O espanhol, vivendo seus últimos anos na F1, já admitiu interesse no Mundial de Endurance, embora desperte a atenção de outras equipes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo