Fórmula 1

McLaren pode voltar a usar motores Mercedes em 2018, diz imprensa europeia

Dan Istitene/Getty Images
Honda ou Mercedes? Equipe despista a respeito de futuro de motores Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/03/2017 16h41

A McLaren tem sido uma das protagonistas da pré-temporada da Fórmula 1 – mas mais pela tensão no relacionamento com a Honda do que com o desempenho nos testes coletivos.

Diante deste cenário, a imprensa internacional começa a especular o futuro da parceria entre a equipe e a montadora que lhe fornece motores. Inclusive a respeito do fim do acordo em 2017 e a volta da Mercedes como fornecedora em 2018.

Nesta quinta-feira, alguns dos principais veículos especializados deram destaque para a possibilidade. O site da rede de TV britânica BBC, por exemplo, afirmou que a escuderia inclusive já se aproximou da fabricante alemã em busca de informações.

“O movimento dá sequência a um problemático programa de testes de pré-temporada para a McLaren-Honda, na qual o novo motor da companhia japonesa se mostrou pouco confiável e pouco competitivo”, diz a publicação.

O site da revista Autosport, por sua vez, afirma que “fontes confirmaram” a intenção do time de romper o contrato com os japoneses.

“Enquanto a Honda está confiante de que pode resolver seus problemas de confiabilidade, o que daria alguma evolução em potência, a McLaren sabe que não pode bancar a situação como está”, explica o site.

Aos dois veículos, porém, a McLaren se negou a comentar as especulações – um porta-voz do time disse apenas que “estamos, com a Honda, considerando as opções”. A Mercedes, que equipou os carros da equipe inglesa entre 1995 e 2014, tampouco se pronunciou a respeito.

O contrato entre McLaren e Honda vai até o fim da temporada 2024. Entretanto, a imprensa britânica lembrou nos últimos dias que o compromisso conta com uma cláusula de rescisão, que pode ser ativada já no fim de 2017. Segundo jornais da Inglaterra, o motor da equipe em 2018 deve ser fundamental para negociar a renovação com Fernando Alonso, cujo contrato termina no fim da temporada 2017.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo