Topo

Fórmula 1

Vettel reclamou muito em 2016. Agora o sorrisão do tetracampeão voltou

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Melbourne (AUS)

24/03/2017 05h23

“Bandeiras azuis! Bandeiras azuis!” As broncas de Sebastian Vettel no rádio durante as corridas se tornaram comuns na última temporada e evidenciaram a frustração do alemão com o rendimento abaixo do esperado da Ferrari no campeonato, perdendo terreno para a Red Bull e se distanciando bastante da Mercedes. O tetracampeão havia se distanciado do jeito mais brincalhão dos anos em que conquistou seus títulos e andava tão carrancudo que chegou a gerar especulações de que poderia tirar um ano sabático ou até deixar a categoria caso a situação da Scuderia não mudasse.

Porém, depois de uma pré-temporada em que o time italiano demonstrou uma grande evolução, sendo considerado por muitos favorito para o GP da Austrália, que abre a temporada com largada às 2h da madrugada de domingo pelo horário de Brasília, a mudança no semblante do alemão está clara. Ainda que ele não queira admitir.

“Claro que ficamos feliz vencendo, todo mundo fica contente em ir bem e não sou diferente. Mas vamos ver o que podemos fazer”, despistou o piloto, ouvido pelo UOL Esporte em Melbourne.

“Nada mudou [devido aos testes]. Todos estão trabalhando muito duro. Mas se podemos confiar no que as pessoas estão falando ou não, é outro assunto. Foi um grande desafio fazer esse carro porque as regras mudaram muito. Obviamente, a equipe está crescendo, todos estão trabalhando juntos, o que ajuda bastante. Contando que continuemos nesse caminho, é um bom sinal.”

Vettel lembrou que ter um carro competitivo no início do ano não significa, necessariamente, lutar pelo título, especialmente em um ano no qual, devido às mudanças nas regras, o ritmo de desenvolvimento deve ser mais acelerado que o normal.

“Se você começa a vencer corridas, passa a falar sobre campeonato, claro. Mas estamos apenas em março. Acho que, nos dois primeiros terços da temporada, você vai pensando GP por GP e vê o que acontece. Se você chega na parte final com muitos pontos, daí sabe que está lutando pelo campeonato. Até o meio da temporada você nem precisa olhar para a pontuação”, afirmou Vettel.

A classificação para o GP da Austrália está marcada para as 3h do sábado  pelo horário de Brasília e terá transmissão pelo SporTV, sendo que os últimos 15 minutos também serão mostrados pela Globo. A corrida tem largada às 2h com transmissão pela Rede Globo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!