Fórmula 1

Desvantagem de meio segundo em relação aos líderes surpreende Red Bull

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

29/03/2017 10h32

A desvantagem da Red Bull em relação a Ferrari e Mercedes vista na etapa de abertura da temporada da F-1 na Austrália surpreendeu o chefe da equipe, Christian Horner. Para ele, o time está a meio segundo de poder lutar por vitórias.

“Honestamente, não achava que estivéssemos tão longe da Mercedes. Temos que encontrar algo como meio segundo. A Ferrari impressionou [em Melbourne], provavelmente eram o carro mais rápido. Definitivamente somos os terceiros mais rápidos e temos pelo menos meio segundo para encontrar e entrar nessa briga com os carros da ponta.”

Único piloto da Red Bull na prova após a quebra de Daniel Ricciardo, Max Verstappen até conseguiu acompanhar uma das Ferraris, de Kimi Raikkonen, chegando a pouco mais de 4s do finlandês. Mas o próprio piloto ferrarista admitiu ter tido muitas dificuldades com seu primeiro jogo de pneus e, na segunda parte da corrida, já estava muito atrás dos três primeiros. Para Horner, isso significa que o rival não forçou tanto quanto poderia..

“O problema é que os carros parecem muito sensíveis ao ar turbulento, então não conseguimos ver o verdadeiro potencial do ritmo de Max com ar limpo. E sinto que Kimi tinha ritmo [para andar melhor].”

Horner acredita no poder de desenvolvimento da equipe e também confia em uma atualização que a fornecedora de motores Renault deve trazer na sexta etapa, no Canadá. Ano passado, uma revisão do motor justamente em Montreal foi fundamental para o time se tornar a segunda força no campeonato.

“Acho que queremos progredir. Claramente tivemos o terceiro carro mais rápido, então queremos estar mais próximos nas próximas provas. Então todos na fábrica estarão trabalhando duro para diminuir essa diferença. Acho que precisamos aumentar a janela. Quer dizer, estamos trabalhando em uma janela muito pequena em que o carro reage às mudanças que fazemos. Precisamos entender isso e obviamente melhorar.”

Desde os testes de pré-temporada, tanto Ricciardo, quanto Verstappen vêm reclamando da dificuldade de encontrar o melhor acerto para o carro, não conseguindo explorar totalmente seu potencial.

A próxima etapa da Fórmula 1 será disputada dia 9 de abril, na China.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Topo