Fórmula 1

Vettel desculpa Ferrari por erro de tática e celebra ultrapassagens 'reais'

Lars Baron/Getty Images
Imagem: Lars Baron/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Xangai (China)

09/04/2017 05h01

Sebastian Vettel ‘devolveu’ o favor do GP da Austrália a Lewis Hamilton e dificultou sua vida no GP da China por uma escolha estratégica que acabou provando ser equivocada. Mas o alemão saiu satisfeito com o segundo lugar por dois grandes motivos: as ultrapassagens que teve de fazer para se recuperar e o ritmo do carro na parte final do GP.

O tetracampeão aproveitou também para isentar a equipe de culpa por tê-lo chamado cedo aos boxes, na segunda volta, instantes antes de Antonio Giovinazzi bater e trazer o Safety Car para a pista.

“Eu curti muito a prova, não me importo como será o resto da temporada”, disse o alemão, ouvido pelo UOL Esporte em Xangai. “Fiquei um pouco frustrado com o Safety Car, mas o que podemos fazer? Assumimos o risco. Acho que havia potencial para que funcionasse e não podíamos prever que iria ter um Safety Car, mas fiquei muito contente com a corrida que tivemos depois disso”, afirmou Vettel.

“Houve ultrapassagens e gostei também do fato de que poder forçar no final, tentar fazer os tempos que eles me diziam via rádio para fazer, forçando quase até poder cometer um erro.”

As ultrapassagens, contudo, não foram fáceis devido ao novo regulamento, que dificulta que um piloto siga o outro de perto e, com Daniel Ricciardo, chegou a ocorrer um toque. “Fiquei surpreso com o toque. Não foi intencional, mas acho que temos nos acostumar com os carros mais largos!”

A manobra sobre Ricciardo aconteceu pouco depois do piloto alemão ter se livrado do próprio companheiro. Mesmo tendo perdido tempo atrás de Raikkonen, Vettel defendeu que a equipe está certa em não dar ordens em uma situação destas.

“Eles me perguntaram se eu poderia ir mais rápido e disse que sim, mas o Kimi também. Ou seja,se removêssemos Daniel do caminho, nós dois poderíamos andar mais forte. Não esperava uma ordem porque estamos com 15 voltas na corrida e muita coisa poderia acontecer.”

Depois de se livrar de Raikkonen e Ricciardo na pista, Vettel foi à caça de Verstappen, que cometeu um erro a sua frente e permitiu mais uma ultrapassagem. A partir daí, o piloto da Ferrari começou a diminuir a diferença para o líder Hamilton, mas não conseguiu ficar a menos de 6s do piloto da Mercedes.

O próximo GP da Fórmula 1 será já no próximo final de semana, no Bahrein.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
UOL Esporte - F-1
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
UOL Esporte
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
UOL Esporte vê TV
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Topo