Topo

Fórmula 1

Williams entende problemas e Massa vê time voltando 'ao normal' no Bahrein

AFP PHOTO / Johannes EISELE
Imagem: AFP PHOTO / Johannes EISELE

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Manama (Bahrein

13/04/2017 12h16

Felipe Massa tem motivos para acreditar que vai deixar a decepção do GP da China para trás neste final de semana, quando vai disputar o GP do Bahrein, terceira temporada da temporada. Isso, tanto por seu bom retrospecto na pista, quanto pela condição climática completamente diferente que enfrentará no deserto.

“Gosto da pista, consegui vencer duas vezes e sempre foi competitivo. Espero que possamos ter uma corrida boa aqui e que o carro funcione, como funcionou na Austrália e até a classificação na China. Na corrida só não funcionou por causa da condição climática e do Safety Car”, disse o brasileiro ao UOL Esporte.

Massa foi 14º na China, corrida que começou com pista molhada e sob frio, depois de ter largado em sexto. O piloto afirmou que a equipe identificou o problema que tornou uma queda de rendimento tão brutal: a escolha do composto de pneu após a primeira parada nos boxes, que aconteceu logo nas primeiras voltas devido ao fato que o asfalto estava secando e o Safety Car foi ativado logo em seguida.

A opção da Williams foi usar os pneus macios, que perderam muita temperatura atrás do Safety Car, especialmente porque os pilotos não podiam usar a reta e tinham que passar pelo pitlane muito lentos. Outras equipes escolheram os supermacios e recuperaram a temperatura mais facilmente. Apenas nas primeiras 10 posições da corrida, Massa perdeu oito colocações e se complicou na corrida.

“A pior decisão que tomamos foi o pneu que decidimos usar, ainda mais dando voltas atrás do Safety Car andando a 2km/h no box e esfriando ainda mais o pneu. Esse foi o problema que a gente teve”, explicou Massa.

“O pneu demorou cinco voltas para aquecer e perdemos todas as posições. Vimos que teria sido melhor parar mais uma vez, ir lá para trás e colocar o supermacio do que ter ficado com aquele.”

Os treinos livres de sexta-feira para o GP do Bahrein estão marcados para as 8h e 12h pelo horário de Brasília. Já o terceiro treino livre será às 9h, pouco antes da classificação, que começa ao meio-dia, mesmo horário da corrida, no domingo.

Felipe Massa tem motivos para acreditar que vai deixar a decepção do GP da China para trás neste final de semana, quando vai disputar o GP do Bahrein, terceira temporada da temporada. Isso, tanto por seu bom retrospecto na pista, q","image":{"sizes":null,"height":300,"width":615,"crops":"80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;600x600;900x506;956x500;1024x768;1920x540;1920x1080;1920x1279","src":"https://conteudo.imguol.com.br/c/esporte/93/2017/04/09/felipe-massa-da-williams-observa-a-movimentacao-no-paddock-do-gp-da-china-1491758464116_615x300.jpg","type":"","titulo":"","credito":"AFP PHOTO / Johannes EISELE"},"date":"13.04.2017 12h16","kicker":"UOL Esporte - F-1"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="esporte/esporte.f1">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!