Topo

Fórmula 1

Chefe da RBR diz que é "loucura" McLaren levar Alonso às 500 Milhas

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Manama (Bahrein)

14/04/2017 15h25

Se Max Verstappen ou Daniel Ricciardo tiverem qualquer ambição de fazer o mesmo que Fernando Alonso e disputar as 500 Milhas de Indianápolis, é melhor começarem a pensar em mudar de equipe: o chefe da Red Bull, Christian Horner, chamou a McLaren de “louca” por apoiar o piloto espanhol.

“As coisas estão difíceis para Fernando. Zak [Brown] tem um problema, porque ele tem um piloto deprimido em suas mãos, ele está tentando mantê-lo motivado. Aí ele apareceu com essa ideia de mandá-lo para Indianápolis. Ele deve estar maluco, é a corrida mais doida que eu já vi.”
Sentado ao lado de Horner na coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira no Bahrein, Brown apenas riu.

“Ele não vai testar, vai entrar no carro, a curva um é uma curva de verdade e não é fácil, só ficar com pé embaixo. Então acho que ele precisa se consultar com um psiquiatra, é o que eu acho”, continuou Horner.

“Se eu deixaria meus pilotos fazerem isso? Não. Acredito que, se um piloto se compromete com uma equipe é como desaparecer com outra namorada no meio do ano e depois voltar. Não parece ser a coisa certa a fazer. Talvez se não fosse na mesma data de uma corrida de F-1, ou se ele estivesse no final da carreira… mas obviamente a McLaren tem essa abordagem que é diferente da nossa, então bom para eles.”

As 500 Milhas de Indianápolis serão realizadas dia 28 de maio, coincidindo com o GP de Mônaco, no qual Jenson Button vai substituir Alonso.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!