Topo

Fórmula 1

De karaokê a equipe de motocross: a vida de Kimi Raikkonen fora das pistas

AFP PHOTO / Johannes EISELE
Imagem: AFP PHOTO / Johannes EISELE

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Londres (ING)

04/05/2017 04h00

Ele não tem conta nas mídias sociais e não é muito chegado em comentar sobre sua vida pessoal. Mas Kimi Raikkonen tem uma rotina bastante incomum aos pilotos quando está longe das pistas da Fórmula 1. O finlandês está esperando o segundo filho com a mulher Mintu, com a qual casou-se no ano passado, mas também tem tempo para gerir uma equipe de motocross e um bar de karaokê.

"Faço outras coisas fora da Fórmula 1 na minha vida, mas não tenho interesse de contar o que faço ou onde faço. Se eu frequento bares? Sim, ultimamente menos, infelizmente. Estou envolvido em várias coisas”, afirmou o piloto da Ferrari no último final de semana, na Rússia, quando foi terceiro colocado.

Uma destas atividades paralelas é ser dono de um bar de karaokê em Helsinque, capital da Finlândia. Perguntado se é um bom cantor, Raikkonen, que por várias vezes foi flagrado pelas câmeras após vários goles a mais e tem fama de festeiro, opinou que não é para mostrar suas habilidades que as pessoas frequentam esse tipo de ambiente.

“Se eu sei cantar? Muito mal, mas sei cantar. Não acho que isso seja importante, é mais uma questão de se divertir do que realmente tentar cantar direito.”

Mas não é só de farra que é feita a vida do campeão de 2007. Raikkonen é um apaixonado por corridas e já participou de eventos de diversas modalidades diferentes, passando pelo Mundial de Rali e pela Nascar, e hoje possui uma equipe que disputa o Mundial de Motocross.

Perguntado se poderia tornar-se piloto de sua própria equipe, o finlandês, que é o mais velho do grid e vai completar 38 anos em outubro, disse que seu interesse é outro.

“Não quero mudar minha vida, estou feliz. Já tenho a equipe há muitos anos, gosto de ver de perto quando tenho tempo. Infelizmente, estou ocupado com muitas coisas, então não dá para ir sempre mas é divertido, é diferente e vamos ver o que acontece no futuro. Não tenho pressa de decidir.”

Desde que retornou à Ferrari, em 2014, Raikkonen convive com especulações sobre a renovação de seu contrato e sua aposentadoria, uma vez que já declarou várias vezes não querer correr em outra equipe após sair da Scuderia. Seu atual acordo vai até o final de 2017.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!