Topo

Fórmula 1

Fora da temporada, Nasr se preocupa com futuro do Brasil na F1

AFP PHOTO / ANDREJ ISAKOVIC
Felipe Nasr foi piloto da Sauber em 2015 e 2016 Imagem: AFP PHOTO / ANDREJ ISAKOVIC

Do UOL, em São Paulo

06/05/2017 11h07

Felipe Nasr está preocupado com o futuro dos brasileiros na Fórmula 1. Fora do grid neste ano depois de pilotar pela Sauber em 2015 e 2016, o piloto não sabe o que virá pela frente.

“Claro que é uma preocupação. Também estou preocupado com a geração mais nova, porque o Brasil faz parte da história da F1. Não podemos, simplesmente, deixar o legado para trás”, disse em entrevista ao site MotorSport.

“Tenho certeza que o Brasil vê desta forma. Não podemos parar de procurar novos pilotos que podem surgir”, afirmou.

O último piloto brasileiro a vencer um GP foi Rubens Barrichello, na Itália, em 2009. Já Felipe Massa foi o último a subir no pódio, quando conseguiu o terceiro lugar em Monza 2015.

O país poderia ter ficado sem nenhum piloto no grip em 2017, o que não acontece desde 1969, mas Felipe Massa retornou da curta aposentadoria para guiar novamente a Williams.

Nasr espera voltar em 2018 para a F1 e não correr o risco de deixar o Brasil sem representantes na principal categoria do automobilismo. “Meu agente está cuidando disso. Ele tem conversado com as equipes. É só uma questão de tempo. Têm muitos interesses comerciais por trás e você tem que colocar as coisas juntas”, explicou.

O piloto acredita que fez seu melhor nos dois anos que esteve na Sauber, inclusive com um nono lugar no GP do Brasil de 2016, que garantiu os primeiros pontos para a equipe no campeonato.

“Eu sei quão valiosos foram aqueles pontos e quanto trabalho eu precisei fazer. Se você olhar os números, eu tive dois bons anos na Fórmula 1”, explicou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!