Topo

Fórmula 1

Rivais diretos prometem carro B, mas Massa minimiza: "Não tem mais isso"

AP Photo/Hassan Ammar
Felipe Massa, da Williams, lidera o pelotão intermediário no GP do Bahrein Imagem: AP Photo/Hassan Ammar

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Barcelona (ESP)

11/05/2017 04h00

O GP da Espanha, quinta etapa do campeonato, costuma ser o palco de muitas novidades nos carros, uma vez que se trata da primeira corrida mais próxima das fábricas das equipes, e principalmente por ser um circuito bastante conhecido por todos, no qual são realizados os testes de pré-temporada. Isso ajuda quem tem peças novas a comprovar os resultados na pista.

De olho nessa oportunidade, duas equipes em especial, Red Bull e Force India, prometem trazer tantas novidades que, no jargão da Fórmula 1, fala-se em carros B. Isso realmente costumava acontecer especialmente quando os testes eram liberados na categoria e era mais fácil para os times desenvolverem seus equipamentos por meio de treinos na pista.

As novidades, contudo, não chegam a incomodar Felipe Massa, mesmo que estas duas equipes sejam as que estejam brigando diretamente com a Williams no campeonato, com a Red Bull sendo a primeira que o time busca alcançar e a Force India a maior ameaça dentro do meio do pelotão.

“O que seria um carro B, afinal? Para isso, você teria de trocar o chassi. No final das contas, você melhorar o que tem ou melhorar o carro pode ser a mesma coisa. O que importa é um desenvolvimento bem feito”, defendeu o brasileiro ao UOL Esporte.

Williams não promete carro B

No caso da Williams, não existe a promessa de nenhuma revolução neste final de semana em Barcelona. A postura da equipe tem sido trazer peças constantemente: depois de uma atualização que deu certo no Bahrein, terceira etapa, a expectativa é de mais novidades para a Espanha e a corrida seguinte, em Mônaco.

“Carro B a gente não promete. Pelo menos nosso trabalho é continuar desenvolvendo o que a gente tem. Carro B não faz parte do nosso desenvolvimento, mas acho que nosso carro ainda tem um potencial muito grande.”

As atividades para o GP da Espanha começam com os treinos livres na sexta-feira, em duas sessões a partir das 5h e das 9h pelo horário de Brasília. A última chance antes das equipes melhorarem os carros antes da classificação, que começa às 9h do sábado, é no terceiro treino livre, realizado algumas horas antes, às 6h. E a largada será dada às 9h do domingo. O líder do campeonato é Sebastian Vettel, da Ferrari, que tem 13 pontos de vantagem em relação a Lewis Hamilton, da Mercedes.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!