Fórmula 1

Carro pesado da Mercedes faz Hamilton correr sem hidratação na Espanha

David Ramos/Getty Images
Lewis Hamilton, da Mercedes, nos treinos livres do GP da Espanha Imagem: David Ramos/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Barcelona

16/05/2017 07h26

Uma das coisas que mais chamaram a atenção durante o GP da Espanha foi o cansaço de Lewis Hamilton. Ofegante durante a corrida nas conversas via rádio, o inglês admitiu que se esforçou mais do que o normal para vencer em Barcelona e revelou após a prova que não pôde se hidratar durante o GP.

Isso porque um dos grandes problemas da Mercedes neste ano é o peso de seu carro, que está acima do limite mínimo de 728 kg, contando o carro e o piloto. Como cada 10 kg correspondem a algo em torno de três décimos por volta em um circuito como Barcelona e a equipe luta palmo a palmo com a Ferrari na temporada, Hamilton decidiu não ter instalado em seu cockpit a garrafa de água a qual os pilotos geralmente têm a disposição.

A falta de hidratação, combinada a uma corrida em que o inglês teve de forçar o ritmo praticamente por todo o tempo para superar Vettel acabou desgastando-o mais do que nas etapas anteriores.

"[O desgaste] depende do tipo de corrida. Às vezes você está economizando combustível, como na etapa da Rússia, ou não pode forçar porque o carro se superaquece. Mas na Espanha foi… desde a primeira curva, forçando tudo. Foi difícil me manter na briga com Sebastian", reconheceu.

“E também não estava com água no meu carro para economizar peso. E no final, usei tudo o que eu tinha sobrando quando pulei para celebrar com minha equipe e meus batimentos cardíacos foram lá em cima. Não sei se vou fazer isso de novo, estava um pouco cansado depois dessa corrida", disse

A Mercedes já diminuiu consideravelmente o peso de seu carro e continua trabalhando para que o total fique o mais próximo possível do limite mínimo, permitindo que Hamilton volte a usar a hidratação durante as provas. Na próxima corrida, contudo, em Mônaco, as velocidades menores costumam fazer com que a prova seja menos extenuante fisicamente, ainda que o desafio mental de andar sempre próximo dos muros seja mais alto.

Com a vitória em Barcelona, Hamilton diminuiu a vantagem de Vettel no campeonato, que agora é de seis pontos após cinco etapas disputadas. O alemão foi o segundo na Espanha.​

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo