Topo

Fórmula 1

Saiu barato para Vettel, mas é hora de encerrar caso Baku, avaliam pilotos

Andrej Isakovic/AFP
O piloto alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, no Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula 1 Imagem: Andrej Isakovic/AFP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Spielberg (AUT)

06/07/2017 15h23

Uma reação surpreendente de um piloto que às vezes tem seus acessos de raiva por ser extremamente competitivo. E que acabou saindo barato. Foi assim que os demais pilotos viram o episódio em que Sebastian Vettel bateu de propósito com o rival Lewis Hamilton durante o GP do Azerbaijão. O alemão, que é o líder da temporada, foi punido durante a prova e chegou a ser chamado pela Federação para se explicar nesta semana, pediu desculpas, e o caso foi encerrado.

Para Felipe Massa, saiu barato para o piloto da Ferrari. “Era uma corrida em que ele deveria ter sido desclassificado e tenho certeza de que a FIA resolveu chamá-lo para explicar porque sabem que a punição foi menor do que deveria ter sido. Mas acho que ele deve ter aprendido com tudo isso e esse tipo de coisa não deve mais acontecer”, disse o brasileiro ao UOL Esporte.

Massa relembrou ainda outras ocasiões recentes em que Vettel demonstrou que pode perder a paciência facilmente.

“Ele é um cara muito bacana fora do carro e gosto dele como pessoa. Mas sem dúvida ele exagerou em alguns momentos: vimos ele xingar o diretor de prova no México, depois entendeu que eu não tinha dado espaço para passar e mostrou o dedo do meio para mim… são coisas que o cara faz sabendo que não vai ganhar nada. É como o cara fazer um gol e tirar a camisa, sabendo que vai tomar um cartão amarelo”, comparou.

Para o ex-companheiro, Daniel Ricciardo, Vettel pode perder a cabeça porque é extremamente competitivo.

“Não acho que seja raiva. Acho que sua personalidade competitiva que transparece quando ele está no carro. Uma parte disso traduz o quanto ele quer ter sucesso, mas isso pode prejudicá-lo às vezes. Ele é muito reativo. Às vezes ele diz algo no rádio que provavelmente depois se arrepende. Mas no calor do momento, ele é meio cabeça-quente. Seb tem uma personalidade interessante, mas eu não me importo, acho que precisamos de personalidades assim. É legal.”

Mas também há no paddock na Áustria, onde a F-1 se reuniu pela primeira vez desde a prova de Baku, uma sensação de que chegou a hora de deixar a história de lado.

“Acho que bater de lado não foi a melhor coisa a fazer e por isso que Seb foi penalizado, mas ele se desculpou e acho que aprendeu que não pode fazer mais isso. Ele é muito experiente e velho o suficiente para saber disso e acho que podemos seguir correndo normalmente sem ficar pensando nisso”, disse Max Verstappen.

A nona etapa do campeonato tem duas sessões de treinos livres nesta sexta-feira, a partir das 5h e das 9h da manhã, pelo horário de Brasília. Vettel segue na liderança do campeonato, com 14 pontos de vantagem para Lewis Hamilton.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!