Topo

Fórmula 1

Hamilton em casa e Vettel de motor novo: fique de olho no GP da Inglaterra

AP
Imagem: AP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Londres (ING)

12/07/2017 05h39

Lewis Hamilton tem uma grande oportunidade de aproveitar a força de sua torcida no GP da Inglaterra para sair de uma situação que ele mesmo considera “longe do ideal” no campeonato da Fórmula 1. Após nove etapas disputadas, o inglês tem 20 pontos de desvantagem para o líder Sebastian Vettel no campeonato e ainda está vendo o crescimento do companheiro, Valtteri Bottas, que está a apenas 15 pontos do inglês, em terceiro, depois da vitória no último final de semana, na Áustria.

A prova também traz outros pontos de interrogação, como o rendimento do novo motor da Ferrari e a possibilidade de chuva.

Confira os 5 motivos para não perder o GP da Inglaterra

1. Chance de recuperação para Hamilton: O circuito de Silverstone é caracterizado pelas curvas de alta velocidade, nas quais o rendimento de Mercedes e Ferrari têm se alternado ao longo do ano. Porém, com as melhorias feitas pelo time alemão nas últimas semanas, o W06 se mostrou mais forte na parte final da pista da Áustria, que contém as curvas mais velozes do circuito. Agora é comprovar isso em uma pista com asfalto bem mais abrasivo do que o de Spielberg.

2. Novo motor da Ferrari: A fabricante italiana estreia uma atualização em Silverstone e pretende melhorar o rendimento especialmente em configuração de classificação, ponto em que a Mercedes ainda consegue obter mais rendimento, usando um modo mais agressivo de motor. A ajuda seria bem-vinda, uma vez que os alemães cravaram as últimas três poles.

3. Possibilidade de chuva: Os engenheiros ficaram esperando em vão a água cair em Spielberg - e ela caiu com força horas depois a prova e até um tornado nos arredores do aeroporto de Viena na segunda-feira atrapalhou o retorno de profissionais da F-1. E mais água está esperada para Silverstone, com previsão de chuva para o sábado e justamente para o horário da corrida no domingo.

4. Williams tenta evitar novo “blackout”: O time de Felipe Massa teve muitas dificuldades com o carro em configuração de classificação durante o GP da Áustria, o que foi uma surpresa e fez com que o brasileiro e o companheiro Lance Stroll fechassem a penúltima fila no grid. Na corrida, eles conseguiram se recuperar e Massa foi o nono. Porém, mesmo após o resultado, o piloto salientou a necessidade da equipe entender o que deu errado, mesmo que, em Silverstone, o asfalto mais abrasivo e as curvas de alta diminuam a possibilidade de que isso volte a ocorrer.

5. Estreia do escudo: nos treinos livres de sexta-feira, a Ferrari vai testar o escudo, uma proteção adicional para a região da cabeça dos pilotos. A Federação Internacional de Automobilismo está determinada a aprovar a novidade já para a próxima temporada.

Confira os horários do GP da Inglaterra (horário de Brasília).
Sexta-feira, 14 de Julho
Treino Livre 1   06:00 – 07:30
Treino Livre 2   10:00 – 11:30

Sábado, 15 de Julho
Treino Livre 3   06:00 – 07:00
Classificação – 09:00 – 10:00

Domingo, 16 de Julho
Corrida – 09:00

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!