Topo

Fórmula 1

Ferrari testa nova proteção em corrida contra o tempo para estreia em 2018

Divulgação/FIA
FIA divulgou primeira imagem do escudo que será testado pela Ferrari Imagem: Divulgação/FIA

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Silverstone (ING)

13/07/2017 04h00

Primeiro foi o chamado halo, uma haste que ficou conhecida pelo apelido de chinelo havaianas devido ao seu formato e que foi reprovado pelos pilotos. Agora é o escudo que vai começar a ser testado nesta sexta-feira, nos treinos livres do GP da Inglaterra. A peça, um visor colocado na parte da frente do cockpit, visa aumentar a segurança na região da cabeça dos pilotos, e é a nova aposta da Federação Internacional de Automobilismo, que está decidida a implementar algum tipo de proteção adicional já em 2018.

Para isso, a entidade tem corrido contra o tempo, trabalhando com a empresa italiana Isoclima, que produz equipamentos voltados ao automobilismo, para adiantar a programação inicial, de iniciar os testes apenas em setembro, no GP da Itália.

Mas Felipe Massa explica que um veredicto sobre a novidade só poderá ser dado depois que os pilotos andarem na pista com o escudo.

“São vários os fatores: o sol, a chuva… são várias situações em que você tem de entender se vai prejudicar e até causar um acidente”, avaliou o brasileiro ao UOL Esporte. “É importante que os carros comecem a usar. As equipes grandes vão querer testar o quanto antes. Assim que os pilotos começarem a passar seu feedback, se sentirem problemas, eles não vão deixar de falar. Quem guia o carro é a gente, então nossa opinião é o mais importante. Temos que executar essa mudança quando tivermos a certeza de que é a coisa 100% certa a fazer.”

A Ferrari será a primeira equipe a testar a novidade, na primeira sessão de treinos livres para o GP da Inglaterra, e ainda não há um cronograma fechado para as próximas provas.

A única imagem divulgada até agora utiliza como base um carro da Williams, mas Massa não sabe quando poderá provar o escudo. Por enquanto, o brasileiro só teve uma experiência com o halo ano passado.

JOHN THYS/AFP
Ricciardo testa o halo em sua Red Bull Imagem: JOHN THYS/AFP
“A sensação não foi tão ruim. É lógico que é melhor andar sem do que com o halo, que foi o que eu testei. Mas era bem possível de usar, de se acostumar. É lógico que a mudança para o escudo é algo que temos de analisar - é difícil saber só de olhar.

O GP da Inglaterra é a décima etapa do campeonato, que é liderado por Sebastian Vettel. O alemão tem 20 pontos de vantagem para Lewis Hamilton e 35 para Valtteri Bottas.

Confira os horários do GP da Inglaterra
Sexta-feira, 14 de Julho
Treino Livre 1   06:00 – 07:30
Treino Livre 2   10:00 – 11:30

Sábado, 15 de Julho
Treino Livre 3   06:00 – 07:00
Classificação – 09:00 – 10:00

Domingo, 16 de Julho
Corrida – 09:00

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!