Fórmula 1

Kubica dá mais um passo rumo a retorno e deve testar carro atual neste mês

@RenaultSportF1/Twitter
Robert Kubica participa de teste particular da Renault na Espanha Imagem: @RenaultSportF1/Twitter

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Silverstone (ING)

13/07/2017 09h27

O polonês Robert Kubica deu mais um passo em sua tentativa de retornar à Fórmula 1 mais de seis anos depois de um sério acidente de rali, sofrido no início de 2011 e que deixou sequelas em seu braço direito: o piloto fez um segundo teste com a equipe Renault, agora em um circuito de alta velocidade, em Paul Ricard, na França, e se mostrou ainda mais confiante de que pode voltar à categoria.

“Fisicamente, não há problemas. [No primeiro teste] em Valência, eu já tinha ficado satisfeito com a maneira como meu corpo e minha mente reagiram. Hoje, eu me senti ainda melhor, e isso me dá confiança enquanto percebo que posso guiar muito bem”, disse o polonês ao L’Équipe.

No teste realizado nesta semana, Kubica deu 90 voltas com o carro de 2012 da Renault e explicou que, embora as limitações físicas existam, elas não interferem em sua pilotagem.

“Tenho de compensar com minha mão esquerda, então há mais esforço deste lado, mas isso não afeta minha pilotagem. A única modificação no carro é usar a mão esquerda para trocar as marchas”, disse.

Próximos passos
O retorno de Kubica, contudo, não é garantido pela Renault. Embora o polonês seja muito popular entre os engenheiros da equipe pela qual correu em 2010, o chefe da equipe, Cyril Abiteboul segue pregando cautela.

“Queremos testar algumas coisas. Estamos colocando em prática um programa - não quero dar detalhes sobre isso - mas quero deixar claro que não necessariamente, se o teste é positivo, ele vai para a Renault ano que vem. É um pouco mais complexo que isso.”

O UOL Esporte apurou que o próximo passo seria a presença de Kubica no teste que será realizado após o GP da Hungria, com os carros atuais. O polonês quer impressionar a equipe o bastante para retornar já no GP da Bélgica, etapa seguinte, no lugar de Jolyon Palmer, que vem sendo cobrado publicamente pelos chefes pelo mau desempenho. A ideia, contudo, encontra resistência, especialmente de Abiteboul.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo