Topo

Fórmula 1

Em dia dominado pela Mercedes em Silverstone, Bottas fecha treinos na ponta

Dan Mullan/Getty Images
Valtteri Bottas, da Mercedes, durante os treinos livres do GP da Inglaterra Imagem: Dan Mullan/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Silverstone (ING)

14/07/2017 10h30

Embalado com a vitória no último final de semana, na Áustria, Valtteri Bottas fechou a sexta-feira de treinos livres na frente na Inglaterra. Porém, mesmo cometendo um erro em sua simulação de classificação, ficou a apenas a 47 milésimos do companheiro de Mercedes. Assim, a melhor volta registrada pelo inglês acabou sendo com o pneu macio, menos aderente e veloz que o supermacio, com o qual os demais fizeram seus tempos mais rápidos.

Os dois pilotos do time alemão tiveram um duelo à parte nesta sexta-feira, com as Ferrari ficando a mais de três décimos de distância. Tanto a Mercedes, quanto a Ferrari estão usando o GP da Inglaterra para estrear melhorias em seus motores. O time italiano, contudo, não trocou os turbocompressores, uma vez que, após problemas no início do ano, Sebastian Vettel está pendurado, tendo usado já as quatro unidades permitidas no ano, e Kimi Raikkonen já usou três.

A Scuderia está cautelosa em relação às atualizações, e por isso não usou toda a potência disponível nesta sexta-feira. Com isso, Kimi Raikkonen foi o terceiro e Sebastian Vettel, que foi o primeiro piloto a testar o escudo, nova proteção no cockpit, que deve ser introduzida em 2018, foi o quarto colocado. 

Depois de andarem na frente das Ferrari no treino da manhã em Silverstone, as Red Bull se colocaram em quinto com Max Verstappen e sexto com Daniel Ricciardo.

Na Williams, Felipe Massa e Lance Stroll não viram a repetição dos problemas que atrapalharam muito o rendimento da equipe especialmente nas simulações de classificação na Áustria e o brasileiro ficou o tempo todo no top 10, mesmo tendo uma rodada na parte final do segundo treino livre, sem maiores consequências. Nas simulações de corrida, o time também demonstrou um ritmo forte e se coloca em boa posição para lutar pela segunda metade do top 10 em Silverstone.

Com a atualização do motor Honda, que estreou na corrida da Áustria, Fernando Alonso se manteve por toda a sexta-feira no top 10. O piloto espanhol, contudo, já sabe que terá uma penalização pela troca de sua unidade de potência, por já ter estourado o limite das quatro previstas pelo regulamento.

Os carros voltam à pista neste sábado a partir das 6h da manhã (horário de Brasília( para a última sessão de treinos livres antes da classificação, que será disputada a partir das 9h, mesmo horário da corrida, no domingo.

Confira os tempos da segunda sessão de treinos livres na Inglaterra

1. Valtteri Bottas (FIN) Mercedes - 1min28s496
2. Lewis Hamilton (ING) Mercedes - 1min28s543
3. Kimi Raikkonen (FIN) Ferrari - 1min28s828
4. Sebastian Vettel (ALE) Ferrari - 1min28s956
5. Max Verstappen (HOL) Red Bull - 1min29s098
6. Daniel Ricciardo (AUS) Red Bull - 1min29s586
7. Nico Hulkenberg (ALE) Renault - 1min29s936
8. Felipe Massa (BRA) Williams - 1min30s006
9. Fernando Alonso (ESP) McLaren - 1min30s238
10. Esteban Ocon (FRA) Force India - 1min30s383
11. Carlos Sainz (ESP) Toro Rosso - 1min30s555
12. Daniil Kvyat (RUS) Toro Rosso - 1min30s562
13. Sergio Perez (MEX) Force India - 1min30s624
14. Romain Grosjean (FRA) Haas - 1min30s661
15. Lance Stroll (CAN) Williams - 1min30s695
16. Stoffel Vandoorne (BEL) McLaren - 1min30s782
17. Kevin Magnussen (DIN) Haas - 1min30s835
18. Jolyon Palmer (ING) Renault - 1min30s879
19. Marcus Ericsson (SUE) Sauber - 1min31s616
20. Pascal Wehrlein (ALE) Sauber - 1min31s929

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!