Topo

Fórmula 1

Piloto que mais pontuou nos últimos GPs, Bottas se vê à vontade na Mercedes

Dominic Ebenbichler/Reuters
Bottas celebra vitória na Áustria neste domingo Imagem: Dominic Ebenbichler/Reuters

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Budapeste (HUN)

28/07/2017 05h49

A disputa pelo título da Fórmula 1 esteve, desde o início, polarizada entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. Mas, nas últimas etapas, a briga vem ganhando um intruso: piloto que mais pontos marcou nas últimas quatro corridas, Valtteri Bottas acredita que a boa fase é fruto da melhor adaptação à equipe Mercedes e ao carro.

Desde o GP do Canadá, Bottas somou 79 pontos contra 72 do companheiro Hamilton e apenas 48 de Vettel, que viu sua vantagem no campeonato cair para apenas um ponto. Terceiro na tabela, Bottas está a 23 pontos do líder, ou seja, a menos de uma vitória.

“Não sei o porquê, mas realmente tive quatro boas corridas”, disse Bottas ao UOL Esporte. “Não dá para dizer que é algo específico, como os pneus. Estou me sentindo cada vez melhor com a equipe e também com o carro. Além disso, os meus oponentes diretos tiveram um pouco de azar, como aconteceu em Silverstone.”

De fato, enquanto Bottas teve uma vitória e três segundos lugares, Hamilton teve de fazer uma parada no box não programada quando liderava em Baku e trocou o câmbio na Áustria, e Vettel teve uma punição em Baku e um pneu furado na Inglaterra, como lembrou o finlandês. Porém, também na prova britânica, o próprio Bottas também trocou o câmbio e, mesmo assim, conseguiu garantir a dobradinha para a Mercedes.

Para continuar com a boa fase na Hungria, Bottas se mostra confiante de que a Mercedes melhorou o rendimento de seu carro em curvas de baixa velocidade, uma deficiência que ficou clara em Mônaco, quando a Ferrari foi claramente superior, mas que, de acordo com o piloto, não deve se repetir.

“Realmente aprendemos muito sobre o carro desde Mônaco e conseguimos torná-lo melhor nas curvas mais lentas, então definitivamente estou mais confiante do que quando chegamos a Mônaco. Então acho que progredimos e acho também que será um grande teste para nosso carro.”

O GP da Hungria tem treinos livres nesta sexta-feira e classificação a partir das 9h da manhã do sábado, pelo horário de Brasília.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!