Topo

Fórmula 1

Felipe Massa fica fora na mesma pista de grave acidente de 2009

Reuters
Massa após acidente no GP da Hungria de 2009: mola se desprendeu do carro de Barrichello e acertou seu capacete Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

29/07/2017 10h34

O brasileiro Felipe Massa tem na etapa da Hungria da Fórmula 1 sua parada mais crítica na turnê da categoria pelo mundo. Fora do Grande Prêmio deste domingo, em razão de um mal-estar, o piloto da Williams revisita o drama de 2009, quando sofreu um grave acidente no mesmo circuito de Hungaroring.

Este foi o incidente que praticamente dividiu em dois a carreira de Massa na F-1. Em 2009, durante os treinos de classificação para a prova na Hungria, Massa acabou tendo o capacete acertado por uma mola que se desprendeu do carro da frente, pilotado pelo compatriota Rubens Barrichello (Brawn). Em seguida, o então piloto da Ferrari passou por vários meses de recuperação. 

Na oportunidade, Massa sofreu uma concussão cerebral leve e precisou passar por uma cirurgia para a retirada de fragmento ósseo do crânio. Passou a noite no Hospital Militar de Budapeste, na unidade de terapia intensiva, em condições estáveis, mas em coma induzido. Após meses de recuperação clínica, o piloto só voltou às pistas em 2010.

Massa acumula 15 participações em provas na Hungria e jamais chegou ao pódio no país. O brasileiro tem 38 pontos somados nesta corrida.

Neste sábado, a Williams confirmou que o brasileiro Felipe Massa está fora do GP da Hungria de Fórmula 1 depois de passar mal novamente durante o terceiro treino livre. O reserva Paul Di Resta será seu substituto.

Depois de sentir-se mal na sexta-feira e ser encaminhado ao hospital em Budapeste, Felipe Massa chegou a participar da terceira sessão de treinos livres para o GP da Hungria até cerca de 20 minutos para o final, mas voltou a se se sentir mal e teve de encerrar seu desempenho mais cedo.

"Felipe sentiu-se mal no final da segunda sessão de treinos livres de ontem, passou por alguns exames e foi levado ao hospital", explicou Claire Williams, chefe da equipe. "Ele foi liberado pelos médicos, mas voltou a se sentir mal e com tonturas durante a sessão da manhã deste sábado, então tomamos a decisão, junto de Felipe, de que ele não vai participar desta prova".