Fórmula 1

Hamilton diz que devolver posição para Bottas foi 'difícil, mas correto'

AP
Lewis Hamilton no GP da Hungria Imagem: AP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Budapeste (HUN)

30/07/2017 11h49

Lewis Hamilton cumpriu ordens da Mercedes e deixou Valtteri Bottas ultrapassar na reta final do GP da Hungria. As posições dos companheiro havia sido invertida algumas voltas antes a pedido do inglês, que acreditava ter mais ritmo que o finlandês para pressionar as Ferrari, mas não conseguiu fazer a ultrapassagem e, seguindo o combinado com a equipe, abriu mão de um pódio e chegou em quarto lugar, vendo o rival na disputa pelo campeonato Sebastian Vettel ampliar a vantagem na liderança do campeonato para 14 pontos.

Ao UOL Esporte, o inglês destacou a estratégia da equipe alemã utilizada na corrida, mas reconheceu que ceder a 3ª posição para o colega foi uma decisão difícil.

Sebastian Vettel venceu a prova, com Raikkonen em segundo. Bottas completou o pódio.

“Foi uma decisão difícil, porque na volta final o Botas já estava uns 7 segundos atrás, mas acredito que foi uma decisão correta. Eu pensei: 'será que eu arrisco desacelerar tanto e cair para quinto e perder ainda mais pontos no campeonato?` Foi uma decisão importante, mas acredito que foi o certo”, comentou Hamilton. "Falei para me deixarem passar porque eu podia lutar com as Ferrari e ele, não. E estamos aqui para vencer. Como eu estava com um problema no rádio, fiquei preso atrás do Valtteri várias voltas por conta disso, mas depois pude explicar que tinha mais ritmo.

Na metade da prova, Mercedes ordenou que seus pilotos trocassem de posição após notar queda no rendimento de Vettel, que vinha sendo inclusive pressionado pelo companheiro Raikkonen.

A estratégia era para que Hamilton ultrapassasse Bottas para atacar a dupla ferrarista. Hamilton ultrapassou Bottas na volta 47.

Como consolo a Bottas, a Mercedes avisou na volta 52: ‘Se o Hamilton não conseguir ultrapassar as Ferraris em cinco voltas, ele devolverá a vaga a você”.

Mas Hamilton se aproximou das duas Ferraris, enquanto Bottas não tinha um bom ritmo. "Foi uma coincidência porque, logo depois que ele me passou, eu perdi rendimento porque estava no meio de muitos retardatários, mas depois o ritmo melhorou", disse o finlandês. A poucos metros do fim, na volta 70, o inglês cumpriu o pedido da Mercedes.

“Eu já estava preocupado, mas eu agradeço ao Lewis por cumprir a promessa e devolver a posição no fim”, disse Bottas. "Mas fico feliz que o combinado foi cumprido e só tenho a agradecer a Mercedes também."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo