Topo

Fórmula 1

Hamilton celebra férias em meio a "campeonato mais duro" que já disputou

Reprodução/Instagram
Hamilton curte as férias da F-1 nas montanhas Imagem: Reprodução/Instagram

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Londres (ING)

09/08/2017 06h24

Enquanto alguns pilotos titulares, como seu rival Sebastian Vettel, estavam na pista em Budapeste na semana passada em um teste coletivo da F-1, Lewis Hamilton postava fotos nas mídias sociais das férias ao lado de amigos em meio à natureza. As três semanas de folga da categoria foram muito esperadas pelo inglês, que reconheceu estar disputando a temporada mais dura da carreira - e que mal podia esperar para poder relaxar.
“A sensação é de que a temporada está sendo mais longa do que o normal”, reconheceu. “Eu definitivamente me diverti muito neste ano - e vou continuar me divertindo. Mas dizem que o tempo voa quando você está se divertindo e não está sendo esse o caso. Não sei por quê. Parece que a temporada já está durando um ano, mas isso é bom: quer dizer que estou envelhecendo mais devagar!”

Para o piloto, esta sensação vem da dura batalha que está travando com a Ferrari e Vettel, que estão na liderança desde a primeira etapa, mesmo que a Mercedes tenha, no geral, um carro ligeiramente mais competitivo na maioria das pistas.

“É a temporada mais dura que eu já disputei, muito mais difícil que as últimas porque estamos lutando com uma outra equipe, e não sabemos as respostas que eles terão a cada final de semana. Por isso sinto mais dificuldade em me manter em uma zona de concentração, sabendo que não posso deixar a bola cair em momento algum.”

Para a segunda metade do campeonato, a expectativa de Hamilton é de que detalhes como a compreensão do comportamento dos pneus nas diferentes pistas e condições climáticas seja decisivo. E acredita que a Mercedes já evoluiu bastante em relação a isso nas últimas provas, depois de ter sofrido na parte inicial do ano.

“Acho que a tônica das próximas corridas será a compreensão dos pneus. Estamos com um bom nível, mas acho que há algumas coisas que ainda podem acontecer e nos surpreender.”

A Fórmula 1 volta do pausa do verão europeu dia 27 de agosto, com o GP da Bélgica. Após 11 das 20 provas disputadas, Sebastian Vettel lidera com 14 pontos de vantagem para Hamilton.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!