Topo

Fórmula 1

Perto de renovação, Alonso explica por que ainda não "explodiu" com má fase

Zsolt Czegledi/AP
Fernando Alonso no GP da Hungria Imagem: Zsolt Czegledi/AP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Londres (ING)

06/09/2017 04h00

O futuro de Fernando Alonso passa por dias decisivos com a tentativa da McLaren de quebrar o contrato com a Honda para atender aos anseios do espanhol e mantê-lo para a temporada 2018. Alonso tem deixado claro que falta apenas um fator para a McLaren voltar a vencer, colocando a culpa pelos três anos de dificuldades totalmente nas costas dos japoneses.

A caminhada até aqui teve seus percalços, com várias mensagens raivosas do piloto via rádio, como no último domingo, em Monza, quando o espanhol reclamou da demora da equipe em encontrar uma solução de configuração para a falta de potência no final da reta. Mas Alonso garante que, embora possa soar agressivo, ele não perde a paciência.

“Desde o primeiro dia, sempre acreditei no projeto e tentei me manter positivo e trabalhando 24h por dia no projeto. Todos às vezes se surpreendem. Rosberg disse que ele não aguentaria estar na minha posição, Webber se pergunta por que eu não explodo”, lembrou o piloto, ouvido pelo UOL Esporte.

“Sempre me mantive calmo e acredito no trabalho de todos. Não estamos abaixo dos outros porque não queremos. Não há benefício em explodir. Se isso me desse um segundo a mais na corrida seguinte, eu faria. Mas não é assim. Somos o mais rápidos que podemos e o pessoal está dando o máximo de si. Agradeço por isso, mas precisamos fazer mais.”

Alonso acredita que o fato de estar há três anos na McLaren, cumprindo o contrato que termina neste ano, comprova sua vontade de voltar a vencer com a equipe.

“Tenho provado que eu tenho fé no projeto. Estou aqui há três anos, passando por situações diferentes: no primeiro, foram muitos problemas; no segundo, evoluímos e andamos no meio do pelotão na maioria das corridas e, neste ano, começamos em uma situação difícil, mas agora voltamos ao meio do pelotão.”

A McLaren garante que Alonso está se aproximando da renovação do contrato, ainda que a relação dele com a Honda seja péssima. Sua esperança é de que a equipe consiga cancelar seu contrato atual.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!