Topo

Fórmula 1

Carlos Sainz fica com vaga desejada na Renault em 2018

 AFP PHOTO / SAEED KHAN
Carlos Sainz, piloto da Toro Rosso, tira selfie antes da parada dos pilotos no GP da China Imagem: AFP PHOTO / SAEED KHAN

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Cingapura (CIN)

15/09/2017 07h58

Em um acordo que fez parte da extensa negociação para a troca de fornecedores de motores entre McLaren e Toro Rosso, Carlos Sainz foi confirmado ao lado de Nico Hulkenberg na Renault na próxima temporada. O espanhol estava na mira do time francês desde o ano passado, mas o preço de sua liberação por parte da Red Bull era um empecilho para sua transferência.

Isso, contudo, foi resolvido na negociação dos motores: a McLaren rompeu com a Honda e vai usar motores Renault, enquanto a Toro Rosso vai ficar com os motores japoneses. Sainz entrou no negócio quando a Red Bull, proprietária da Toro Rosso, pediu um desconto para ter os motores franceses em seu time principal, "amortizando" a cláusula de quebra de contrato do espanhol e liberando-o.

Sainz tentava sair do programa de jovens pilotos da Red Bull há meses, pois sentia que não teria chances no time principal tão cedo e não queria ficar por uma quarta temporada na Toro Rosso.

"É uma honra para mim pilotar por uma equipe de fábrica. É um capítulo muito empolgante na minha carreira", disse Sainz. "Gostaria de agradecer a Red Bull por confiar em mim e especialmente as pessoas da Toro Rosso, que é uma equipe espetacular."

Já Cyril Abiteboul, chefe da Renault, salientou que a vontade da equipe de ter Sainz era antiga. "Carlos é um piloto promissor que está no nosso radar há algum tempo, especialmente depois de ter sucesso com a Renault nas categorias de acesso. Sentimos que Nico e Carlos se completam dentro e fora da pista e essa combinação deve nos ajudar a ir para a frente do grid."

A Renault vive uma temporada de crescimento, fazendo com que a vaga de Jolyon Palmer se tornasse uma das mais cobiçadas do grid. Além da Renault, estão confirmadas para a próxima temporada as duplas de Mercedes, Haas, Ferrari e Red Bull, que permanecem as mesmas. Também ficam onde estão Lance Stroll na Williams, Esteban Ocon na Force India e Stoffel Vandoorne na McLaren. 

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!