Fórmula 1

Carlos Sainz fica com vaga desejada na Renault em 2018

 AFP PHOTO / SAEED KHAN
Carlos Sainz, piloto da Toro Rosso, tira selfie antes da parada dos pilotos no GP da China Imagem: AFP PHOTO / SAEED KHAN

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Cingapura (CIN)

15/09/2017 07h58

Em um acordo que fez parte da extensa negociação para a troca de fornecedores de motores entre McLaren e Toro Rosso, Carlos Sainz foi confirmado ao lado de Nico Hulkenberg na Renault na próxima temporada. O espanhol estava na mira do time francês desde o ano passado, mas o preço de sua liberação por parte da Red Bull era um empecilho para sua transferência.

Isso, contudo, foi resolvido na negociação dos motores: a McLaren rompeu com a Honda e vai usar motores Renault, enquanto a Toro Rosso vai ficar com os motores japoneses. Sainz entrou no negócio quando a Red Bull, proprietária da Toro Rosso, pediu um desconto para ter os motores franceses em seu time principal, "amortizando" a cláusula de quebra de contrato do espanhol e liberando-o.

Sainz tentava sair do programa de jovens pilotos da Red Bull há meses, pois sentia que não teria chances no time principal tão cedo e não queria ficar por uma quarta temporada na Toro Rosso.

"É uma honra para mim pilotar por uma equipe de fábrica. É um capítulo muito empolgante na minha carreira", disse Sainz. "Gostaria de agradecer a Red Bull por confiar em mim e especialmente as pessoas da Toro Rosso, que é uma equipe espetacular."

Já Cyril Abiteboul, chefe da Renault, salientou que a vontade da equipe de ter Sainz era antiga. "Carlos é um piloto promissor que está no nosso radar há algum tempo, especialmente depois de ter sucesso com a Renault nas categorias de acesso. Sentimos que Nico e Carlos se completam dentro e fora da pista e essa combinação deve nos ajudar a ir para a frente do grid."

A Renault vive uma temporada de crescimento, fazendo com que a vaga de Jolyon Palmer se tornasse uma das mais cobiçadas do grid. Além da Renault, estão confirmadas para a próxima temporada as duplas de Mercedes, Haas, Ferrari e Red Bull, que permanecem as mesmas. Também ficam onde estão Lance Stroll na Williams, Esteban Ocon na Force India e Stoffel Vandoorne na McLaren. 

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
EFE
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Redação
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo