Fórmula 1

Vettel de olho nas Red Bull e Hamilton desanimado: o que esperar do GP

AFP PHOTO / Roslan RAHMAN
Sebastian Vettel, durante a classificação para o GP de Cingapura Imagem: AFP PHOTO / Roslan RAHMAN

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Cingapura (CIN)

16/09/2017 14h19

Sebastian Vettel fez a lição de casa e vai largar na frente em uma corrida na qual era considerado o favorito em Cingapura. Mas o alemão está alerta para seus rivais mais próximos, o segundo colocado Max Verstappen e o terceiro, Daniel Ricciardo, que ficaram devendo na classificação, mas devem ter um ritmo de corrida forte em Marina Bay.

“A Red Bull deve ser minha principal rival. Eles tiveram um final de semana muito tranquilo até aqui, demonstraram um grande ritmo nos treinos livres e têm muita confiança. Eles deverão ser os grandes rivais na corrida”, disse o alemão, ouvido pelo UOL Esporte.

A dupla da Red Bull, por sua vez, vai para cima. E Daniel Ricciardo até explicou qual será sua estratégia para lutar pela vitória.

“Não tenho nenhuma intenção de me preocupar com a luta pelo campeonato. Claro que não vou fazer nada estúpido, não sou desses, mas, digamos, se eu passar um na largada, acho que podemos fazer algo em termos de estratégia.”

O cenário não é nada favorável para o líder do campeonato, Lewis Hamilton. O inglês não escondeu a surpresa com o tamanho da vantagem de Ferrari e Red Bull em Cingapura, e não vê muitas oportunidades de virar o jogo. O inglês larga em quinto.

“É uma pista difícil para ultrapassar. Geralmente é um trenzinho. Acho que será uma corrida difícil. A estratégia será uma oportunidade, a largada também, talvez o Safety Car. Teremos que fazer uma corrida paciente.”

A tática é a mesma de Felipe Massa, que larga em 17º depois de cometer dois erros na classificação. Para piorar a situação do brasileiro, a Williams não faz um bom final de semana, e o piloto não acredita que o ritmo possa ser muito melhor na corrida.

“Tomara que um Safety Car possa nos ajudar. Vai ser uma corrida de paciência, esperando as oportunidades”, disse ao UOL Esporte.

De fato, o GP de Cingapura teve pelo menos um Safety Car em todas as provas disputadas até aqui. Em relação à estratégia, a expectativa da Pirelli é de que a corrida tenha apenas uma parada, entre as voltas 15 e 20. Isso porque o pitlane de Marina Bay é longo e lento, com limite de 60km/h por se tratar de uma pista de rua, tornando menos atrativo para as equipes arriscar em táticas com mais paradas.

O GP de Cingapura tem largada às 9h da manhã pelo horário de Brasília.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo