Topo

Fórmula 1

Recordista em poles, Hamilton vê campeonato decidido nas classificações

false
Hamilton

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Cingapura (CIN)

20/09/2017 04h00

Depois da nona etapa da temporada, na Áustria, Lewis Hamilton tinha uma desvantagem de 20 pontos em relação a Sebastian Vettel na disputa pela liderança do campeonato. Cinco etapas depois, o inglês não apenas conseguiu a virada, como abriu 28 pontos na frente do alemão. O segredo? Para o tricampeão, foram as classificações que fizeram a diferença e que serão decisivas nas últimas seis etapas do campeonato, em que 150 pontos estarão em jogo.

“Acho que, naturalmente, a classificação é muito importante, porque ultrapassar é praticamente impossível em muitos circuitos”, avalia o líder do campeonato depois de vencer três vezes largando da pole nas últimas cinco provas - na Inglaterra, Bélgica e Itália - e ainda lucrar com o abandono de Vettel e outros dois rivais que saíam a sua frente e bateram na primeira curva no último final de semana, em Cingapura.

Hamilton explicou que o fato dos carros atuais gerarem mais pressão aerodinâmica faz com que seja mais difícil do que em anos anteriores recuperar as posições na corrida, aumentando a importância da classificação.

“Particularmente com os carros deste ano, o mais decisivo em termos de campeonato serão as voltas da parte final da classificação que você faz. E é uma das minhas partes favoritas do final de semana.”

De fato, Hamilton bateu, há pouco mais de duas semanas, na Itália, o recorde de poles positions de Michael Schumacher e se tornou o piloto que mais vezes largou na ponta na história da Fórmula 1.

A próxima etapa do campeonato será dia 1º de outubro, na Malásia, corrida em que Hamilton fez a pole position ano passado.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!