Topo

Fórmula 1

F-1 vai à Malásia pela última vez com Vettel precisando de uma virada

AP Photo/Brian Ching
GP da Malásia de 2016 ficou marcado por quebra de Hamilton Imagem: AP Photo/Brian Ching

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Sepang (MAL)

26/09/2017 04h00

Depois da surpreendente vitória de Lewis Hamilton em uma prova na qual seu rival Sebastian Vettel era o favorito em Cingapura, a Fórmula 1 disputa neste final de semana o GP da Malásia, 15ª etapa do campeonato. Ao ver o inglês disparar na ponta com 28 pontos de vantagem, cabe a Vettel se recuperar, em uma corrida que costuma ser movimentada e que acabou sendo dramática para Hamilton ano passado: o inglês teve uma quebra de motor enquanto liderava. Confira os 5 motivos para não perder o GP da Malásia

Motores no limite: Com a liberação do desenvolvimento dos motores e um campeonato disputado, todas as equipes têm trabalhado mais no limite do equipamento, e um dos maiores desafios nas últimas etapas do campeonato é a Malásia, pois especialmente o motor tem de trabalhar em regimes altos nas curvas de alta velocidade do circuito de Sepang sob intenso calor.

Vettel consegue reagir? A busca pelo pentacampeonato do alemão sofreu um duro golpe com a batida na largada do GP de Cingapura, no qual era o favorito. Na Malásia, o motor Mercedes deve falar mais alto, mas reta ao piloto da Ferrari a esperança de que seu carro lide melhor com o calor malaio.

Corridas movimentadas: O GP da Malásia é um que têm as maiores médias de ultrapassagens da temporada e costuma ser o palco de grandes corridas de recuperação justamente pelas características da pista, cujas curvas permitem a adoção de linhas diferentes e são bastante largas.

É o último: Como o contrato com o GP da Malásia não foi renovado, a prova, que está no calendário desde 1999, está fora do calendário do ano que vem e dificilmente voltará de acordo com os políticos locais. Nestes 17 anos, o GP começou como “exótico” no calendário, mas foi ganhando popularidade especialmente devido ao circuito desafiador de Sepang.

Futuro de Alonso: O anúncio da renovação do espanhol com a McLaren não deve demorar para acontecer - e isso pode ser feito no final de semana de um circuito especial para o bicampeão, onde ele conquistou sua primeira pole position e primeiro pódio, em 2003, além de ter vencido em três ocasiões.


Horários do GP da Malásia
28/09, quinta-feira 
Treino Livre 1   23h às 00h30

29/09, sexta-feira
Treino Livre 2   3h às 4h30

30/09, sábado
Treino Livre 3   3h00 às 4h00
Classificação 6h00 às 7h00

1º/10, domingo
Corrida 4h00

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!