Fórmula 1

Red Bull pode mudar de motor. Mas Ricciardo só pensa em carrão para 2018

Mark Thompson/Getty Images
Daniel Ricciardo, da Red Bull, no pódio do GP de Cingapura Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Sepang (MAL)

29/09/2017 04h24

Por enquanto, o que está confirmado é que a Red Bull passará a se chamar oficialmente Aston Martin Red Bull ano que vem. Mas a parceria pode se tornar uma porta de entrada para que a montadora se torne fornecedora de motores da equipe em um futuro próximo. Afinal, existe o rumor de que a atual parceira da Red Bull, a Renault, já avisou que não vai renovar o contrato com a equipe, que termina no final do ano que vem.

Paralelamente a isso, a Red Bull vem trabalhando em conjunto com a Toro Rosso para a adaptação do projeto do carro do ano que vem à nova fornecedora de sua equipe satélite, a Honda. Com a troca de informações entre as duas fábricas, será possível para o time de Daniel Ricciardo e Max Verstappen avaliar se os japoneses evoluem o suficiente para se tornarem também seus fornecedores a partir de 2019.

Mas, pelo menos por enquanto, Ricciardo prefere não fazer previsões. O australiano só está pensando em curtir o carrão que vai ter ano que vem.

“Obviamente eu vou ter um carro de rua bacana para dirigir ano que vem. O que acontece além disso, não tenho certeza. É legal para a equipe que uma marca forte como a Aston se envolva conosco e até aumentar essa parceria. Mas se isso significa que vamos ter um motor diferente no futuro, não é algo em que pensei ainda.”

Sempre vem humorado, Ricciardo já disse que tem um plano B caso não acredite que a Red Bull continue forte quando seu contrato atual acabar.

“Meu contrato vence no final do ano que vem, então talvez eu decida parar de correr e finalmente realize meu sonho de ser jogador de tênis.”

Brincadeiras à parte, o australiano não esconde que tem interesse em ir para a Ferrari, equipe com a qual possui um pré-contrato. Sua transferência, contudo, depende muito da vontade de Sebastian Vettel, e o alemão tem contrato em vigor com a Scuderia até o final de 2020.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
UOL Esporte
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo