Fórmula 1

Verstappen revela cansaço no calor da Malásia e celebra fim de azar

AFP
Max Verstappen ultrapassou Hamilton nas primeiras voltas em Sepang Imagem: AFP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Sepang (MAL)

01/10/2017 08h32

De fora, a vitória no GP da Malásia pareceu tranquila para Max Verstappen: com um ritmo superior à Mercedes, o holandês ultrapassou o pole position Lewis Hamilton com facilidade na quarta volta e depois só gerenciou o ritmo. Mas o piloto revelou que não foi tão simples assim.

“Foi cansativo. Não estou me sentindo muito bem desde o começo do final de semana, e isso não é a melhor das situações em uma corrida tão dura. Mas consegui terminar, então está tudo bem. Depois da corrida, só me sinto inchado porque bebi muita água!”, disse Verstappen, ouvido pelo UOL Esporte em Sepang.

A vitória coloca um ponto final em uma temporada marcada pela falta de sorte, com cinco abandonos por problemas técnicos e outros dois por acidentes em 15 etapas.

“A temporada toda tem sido muito ruim, tive muito azar. Vir aqui e vencer foi totalmente inesperado para mim. Foi muito bom. Nas últimas corridas, eu não tive mais problemas com o motor. Era só falta de sorte. Mas eu não pensei em nenhum momento que as coisas poderiam dar errado.”

O piloto da Red Bull disse ter percebido que Hamilton tinha falhas de potência no motor e resolveu atacar logo de cara, tática que acabou dando certo.

“Foi uma corrida muito boa, eu curti. Logo de cara eu vi que o ritmo era bom e Lewis estava com dificuldades de tração e no motor. Eu conseguia ver a luz na traseira do carro dele piscando, então usei toda a bateria que eu tinha para passá-lo”, contou.

“Especialmente no super macio eu sabia que a Mercedes estava com dificuldades, então eu tinha que abrir uma distância de uns 5s. E no final acabou sendo muito mais do que isso e, no final, só tive que administrar. Só tive que tomar cuidado com os retardatários, e quase me tiraram da pista na primeira curva. Mas foi uma corrida muito controlada e estou muito feliz.”

Hamilton chegou em segundo, A frente do companheiro de Verstappen, Daniel Ricciardo. Com o resultado, o piloto da Mercedes abriu 34 pontos de vantagem para Sebastian Vettel na ponta do campeonato. O alemão foi o quarto depois de largar em último.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo