Fórmula 1

Hamilton quebra o recorde da pista e é pole no Japão; Massa sai em 8º

AFP PHOTO / TOSHIFUMI KITAMURA
Imagem: AFP PHOTO / TOSHIFUMI KITAMURA

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Suzuka (JAP)

07/10/2017 04h06

Lewis Hamilton foi dominante no treino de classificação para o Grande Prêmio do Japão neste sábado (7). O inglês da Mercedes quebrou o recorde da pista de Suzuka e ficou com a pole position. Rival direto na briga pelo título, Sebastian Vettel (Ferrari) largará na segunda colocação. O brasileiro Felipe Massa foi beneficiado pelas punições de Kimi Raikkonnen e sairá em oitavo.

Na classificação, Lewis Hamilton conquistou a pole position com o tempo de 1min27s319. O tempo configura o novo recorde da pista, que anteriormente pertencia a Michael Schumacher. Em 2006, pela Ferrari, o alemão havia anotado 1min28s954.

O feito foi inédito para Hamilton. Em 10 anos de Fórmula 1, o inglês jamais havia conseguido largar na pole position em Suzuka.

Para o Grande Prêmio do Japão, cinco pilotos perderam posições de largada devido a punições. Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen perderam cinco cada por terem trocado o câmbio e largarão em 7º e 11º, respectivamente; Fernando Alonso (35 posições), Carlos Sainz (20) e Jolyon Palmer (20) foram punidos por trocas de peças do motor e largam em 20º, 19º e 18º, respectivamente.

A largada para o GP do Japão será às 2h da madrugada do domingo pelo horário de Brasília. Lewis Hamilton defende uma vantagem de 34 pontos em relação a Sebastian Vettel com cinco corridas e 125 pontos em jogo. O alemão, contudo, é o piloto que mais vezes venceu em Suzuka no atual grid, com quatro triunfos.

Como foi o treino

Depois de liderar o último treino livre antes da classificação mesmo tendo batido e perdido metade da sessão, Valtteri Bottas começou o classificatório perdendo o controle de sua Mercedes e quase indo parar novamente no muro. O finlandês, contudo, conseguiu manter o carro intacto e passou com tranquilidade para a segunda fase do treino, a exemplo do companheiro Lewis Hamilton, mesmo também não tendo feito uma volta limpa.

Apenas o inglês e Sebastian Vettel optaram por fazer o Q1 com pneus macios, mais lentos, salvando um jogo de supermacios para a corrida. 

Quando estava tentando sair da zona da degola com pouco mais de um minuto para o fim do Q1, Romain Grosjean perdeu sua Haas e bateu forte no muro, causando uma bandeira vermelha que efetivamente acabou com a primeira parte do treino. Com isso, ele foi eliminado junto de Pierre Gasly, da Toro Rosso, de Lance Stroll, da Williams, que fora atrapalhado por Sergio Perez em sua primeira tentativa e se preparava para fazer uma volta que, teoricamente, o tiraria das últimas posições, e da dupla da Sauber.

No Q2, Hamilton colocou os supermacios e mostrou a força da Mercedes, batendo o recorde da pista, que já durava 11 anos, e entrando na casa de 1min27. Vettel também usou os supermacios, mas não conseguiu acompanhar o ritmo do rival, fazendo 1min28s4. Enquanto isso, devido a suas punições, Raikkonen e Bottas faziam a segunda parte do treino com os macios, para largarem com o composto que vai permitir com que fiquem mais tempo na pista no início da corrida. As regras determinam que os pilotos que se classificarem entre os 10 primeiros têm que largar com o pneu com o qual fizeram seu melhor tempo no Q2.

Na briga pelas últimas posições no top 10, Felipe Massa conseguiu se colocar em nono na primeira tentativa, superando seus rivais diretos: as Renault e as McLaren. Nas segundas tentativas, os pilotos não conseguiram melhorar e o brasileiro seguiu para a última fase do treino, junto das Mercedes, Ferrari, Red Bull, Force India e de Fernando Alonso, na última corrida da McLaren usando o motor Honda na casa dos japoneses.

No Q3, Hamilton mostrou logo no início que a Mercedes daria trabalho para as pretensões de Sebastian Vettel. No primeiro jogo de pneus, o inglês quebrou novamente o recorde da pista e colocou 0s452 de vantagem para o alemão: 1min27s345 contra 1min27s797.

Na última volta da classificação, Hamilton voltou a quebrar o recorde da pista, anotando 1min27s319. Logo atrás, Valtteri Bottas, companheiro de equipe do inglês, deixava Vettel para trás e anotava o segundo tempo. Por causa da punição que o finlandês sofrerá, contudo, o alemão sairá na segunda colocação, logo atrás de Hamilton. Bottas caiu para sétimo.

O brasileiro Felipe Massa não conseguiu superar as Force India e acabou com o nono melhor tempo (1min29s480). Com a punição de Kimi Raikkonnen, o piloto da Williams largará em oitavo.

Confira como ficou a classificação para o GP do Japão:

1 – Lewis Hamilton (ING) – Mercedes – 1min27s319
2 – Sebastian Vettel (ALE) – Ferrari – 1min27s791
3 – Daniel Ricciardo (AUS) – Red Bull – 1min28s306
4 – Max Verstappen (HOL) – Red Bull – 1min28s332
5 – Esteban Ocon (FRA) – Force India – 1min29s111
6 – Sergio Perez (MEX) – Force India – 1min29s260
7 – Valtteri Bottas (FIN) – Mercedes – 1min27s651*
8 – Felipe Massa (BRA) – Williams - 1min29s480
9 - Stoffel Vandoorne (BEL) – McLaren – 1min29s778
10 – Nico Hulkenberg (ALE) – Renault – 1min29s879
11 – Kimi Raikkonen (FIN) – Ferrari – 1min28s498*
12 – Kevin Magnussen (DIN) – Haas – 1min29s972
13 – Romain Grosjean (FRA) – Haas – 1min30s849
14 – Pierri Gasly (FRA) – Toro Rosso – 1min31s317
15 – Lance Stroll (CAN) – Williams – 1min31s409
16 – Marcus Ericsson (SUE) – Sauber – 1min31s597
17 - Pascal Wehrlein (Ale) – Sauber – 1min31s885
18 – Jolyon Palmer (ING) – Renault – 1min30s022**
19 – Carlos Sainz (ESP) – Toro Rosso – 1min30s413**
20 – Fernando Alonso (ESP) – McLaren – 1min30s687***

*Perdeu cinco posições por troca de câmbio
** Perdeu 20 posições por troca de motor
*** Perdeu 35 posições por troca de motor

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
UOL Esporte
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo