Topo

Fórmula 1

Renault dispensa Palmer e terá Carlos Sainz após GP do Japão

AFP PHOTO / LOIC VENANCE
Imagem: AFP PHOTO / LOIC VENANCE

Do UOL, em São Paulo

07/10/2017 08h41

O inglês Jolyon Palmer anunciou que o Grande Prêmio do Japão será o último que ele fará pela Renault. Para a sequência do campeonato, o piloto será substituído por Carlos Sainz, atualmente na Toro Rosso.

“Amanhã, o GP do Japão será minha última corrida pela Renault. Com a punição que sofri, largarei nas últimas posições, mas darei meu máximo como sempre. Obrigado a todos pelo apoio durante esses dois anos, significou muito para mim”, escreveu o piloto nas redes sociais.

A mudança na Renault trará de volta Daniil Kvyat para o grid da Fórmula 1. Preterido pelo jovem Pierre Gasly no GP da Malásia e do Japão, o russo voltará para ocupar o carro que pertencia a Sainz até o final da temporada.

A saída de Palmer já era esperada para o final da temporada. As críticas recentes sofridas pelo inglês, contudo, parecem ter antecipado a decisão da Renault de mexer com sua dupla de pilotos.

No Grande Prêmio da Malásia, Cyril Abiteboul, diretor da Renault, não poupou críticas ao desempenho de Palmer. Na ocasião, o inglês rodou duas vezes e terminou a corrida na 15ª colocação.

“Jolyon estava em um ritmo similar ao de Nico antes de ter rodado duas vezes, o que o fez perder algumas posições e, no fim, levou a um resultado ruim”, afirmou na época.

“É a última vez que queremos ver isso e vamos tomar as medidas necessárias para entender melhor a nossa falta de performance neste fim de semana. Estou confiante de que vamos nos recuperar e voltar aos eixos em Suzuka”.

No Grande Prêmio do Japão, Jolyon Palmer largará na 18ª colocação. O inglês foi punido com a perda de 20 posições por ter trocado o motor.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!