Fórmula 1

Hamilton vence no Japão e pode ser campeão na próxima corrida; Massa é 10º

REUTERS/Toru Hanai
Lewis Hamilton, durante o Grande Prêmio do Japão Imagem: REUTERS/Toru Hanai

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Suzuka (JAP)

08/10/2017 03h31

Lewis Hamilton está a um passo do quarto título na Fórmula 1. Neste domingo (8), o inglês liderou de ponta a ponta o Grande Prêmio do Japão e contou com o abandono de Sebastian Vettel para ficar muito próximo da taça. O brasileiro Felipe Massa fechou a prova na 10ª posição.

A vitória levou Hamilton aos 306 pontos no Mundial de Pilotos. Sem pontuar por causa do abandono, Sebastian Vettel estacionou nos 247 pontos. Faltando apenas quatro provas para o final da temporada, Hamilton pode ser campeão já na próxima prova, em Austin (EUA). Para isso, o inglês precisará fazer 16 pontos a mais que Vettel e quatro a mais que Valtteri Bottas.

Max Verstappen e Daniel Ricciardo, ambos da Red Bull, completaram o pódio do Grande Prêmio do Japão, na segunda e terceira colocação, respectivamente.

A próxima etapa do Mundial de Fórmula 1 está marcada para o dia 22 de outubro, na cidade de Austin, nos Estados Unidos.

Hamilton é pressionado por Verstappen no final

Lewis Hamilton largou na pole position em Suzuka pela primeira vez na carreira e teve uma corrida quase toda tranquila. A preocupação surgiu apenas nas últimas duas voltas, quando Max Verstappen conseguiu diminuir a diferença para menos de um segundo de diferença.

Coube a Hamilton, então, mostrar sua experiência na hora de ultrapassar os retardatários. Ao atacar Fernando Alonso e Felipe Massa, o inglês conseguiu respirar na liderança e deixar a vantagem sobre Verstappen superior a 1s5. A partir daí, Hamilton apenas controlou a diferença até a linha de chegada.

Vettel abandona logo na quarta volta

Toru Hanai/Reuters
Imagem: Toru Hanai/Reuters

O domingo em Suzuka não foi nada bom para Sebastian Vettel. Largando na segunda colocação no GP do Japão, o alemão viveu um drama ainda antes no início da corrida.Com problema nas velas, a Ferrari teve que correr para permitir que o tetracampeão conseguisse largar.

Vettel largou, mas os problemas não desapareceram. Logo na primeira volta, o alemão despencou para a sexta colocação. “Estou perdendo potência”, lamentou pelo rádio.

Quando o safety car deixou a pista após o abandono de Carlos Sainz, a situação de Vettel só ficou pior. Na quarta volta, o alemão foi ultrapassado por Sergio Pérez e Felipe Massa. Antes mesmo do final do giro, o aviso: “Venha para o boxe, Sebastian. Acredito que teremos que abandonar”.

Massa segura Alonso e termina em 10º

Lars Baron/Getty Images
Imagem: Lars Baron/Getty Images

Felipe Massa teve períodos distintos no decorrer da corrida. Logo no começo, aproveitou o problema de Sebastian Vettel para conquistar a sétima colocação. Após a parada nos boxes, contudo, o brasileiro não conseguiu manter o ritmo e passou praticamente toda a corrida sendo atacado.

Na volta 42, Massa viu os dois carros da Haas ultrapassá-lo. Na manobra, Magnussen ainda chegou a tocar na asa do brasileiro, mas não o suficiente para causar danos.

Em 10º, Felipe Massa conviveu com a pressão de Fernando Alonso até os últimos metros. O espanhol, contudo, não conseguiu a ultrapassagem e ficou fora da zona de pontuação. O brasileiro fechou o Grande Prêmio do Japão com um ponto.

Bottas exerce papel fundamental de escudeiro

A vitória de Lewis Hamilton contou com uma importante ajuda de Valtteri Bottas. Na volta 26, o finlandês liderava a prova pelo fato de ainda não ter parado nos boxes para trocar pneus. Atrás dele, um Hamilton de pneus novos era pressionado por Max Verstappen. E Bottas agiu.

Na volta seguinte, o finlandês permitiu que Hamilton o ultrapassasse e ficou posicionado entre seu companheiro de equipe e Verstappen. Até a volta 30, quando Bottas, enfim, parou nos boxes, Hamilton conseguiu abrir 1s5 a mais do que a vantagem que já tinha para o holandês da Red Bull.

Sainz se despede da Toro Rosso com abandono

AFP PHOTO / Toshifumi KITAMURA
Imagem: AFP PHOTO / Toshifumi KITAMURA

A despedida de Carlos Sainz da Toro Rosso não foi como nenhuma das duas partes esperava. Logo na quarta volta, o espanhol perdeu o controle do carro e colidiu com a proteção de pneus, abandonando a prova e fazendo com que o safety car entrasse na pista. “Desculpem-me”, lamentou.

Na próxima prova, em Austin (EUA), Carlos Sainz já estará em outro cockpit. A Renault anunciou no último sábado (7) a dispensa de Jolyon Palmer e a chegada do espanhol ainda em 2017 – ele era esperado apenas no início de 2018.

Confira as posições finais do GP do Japão:

1 – Lewis Hamilton (ING) – Mercedes – 53 voltas
2 – Max Verstappen (HOL) – Red Bull – +1s211
3 – Daniel Ricciardo (AUS) – Red Bull - +9s679
4 – Valtteri Bottas (FIN) – Mercedes - +10s580
5 – Kimi Raikkonen (FIN) – Ferrari - +32s622
6 – Esteban Ocon (FRA) – Force India - +67s788
7 – Sergio Perez (MEX) – Force India - +71s424
8 – Kevin Magnussen (DIN) – Haas - +88s953
9 – Romain Grosjean (FRA) – Haas - +89s883
10 – Felipe Massa (BRA) – Williams – a 1 volta
11 – Fernando Alonso (ESP) – McLaren – a 1 volta
12 – Jolyon Palmer (ING) – Renault – a 1 volta
13 – Pierre Gasly (FRA) – Toro Rosso – a 1 volta
14 – Stoffel Vandoorne (BEL) – McLaren – a 1 volta
15 – Pascal Wehrlein (ALE) – Sauber – a 2 voltas

Abandonaram

Lance Stroll (CAN) – Williams – volta 45
Nico Hulkenberg (ALE) – Renault – volta 40
Marcus Ericsson (SUE) – Sauber – volta 7
Sebastian Vettel (ALE) – Ferrari – volta 4
Carlos Sainz (ESP) – Toro Rosso – volta 1

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo