Topo

Fórmula 1

Ele foi campeão na semana passada. Mas, no GP do Brasil, é coadjuvante

Peter Fox/Getty Images/AFP
Brendon Hartley, piloto da Toro Rosso antes do GP dos EUA Imagem: Peter Fox/Getty Images/AFP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

10/11/2017 04h00

Lewis Hamilton não é o único campeão do mundo que estará na pista de Interlagos neste final de semana correndo na F-1. O neozelandês Brendon Hartley pode estar fazendo apenas sua terceira corrida da carreira na categoria, mas traz consigo toda a confiança de quem se tornou, no último domingo, campeão, pela segunda vez, do Mundial de Endurance.

Hartley foi recrutado às pressas pela Toro Rosso depois que o time decidiu demitir Daniil Kvyat e perdeu Carlos Sainz, que foi substituir Jolyon Palmer na Renault no final da temporada, mas continuou disputando as etapas do WEC com a Toyota e conquistou o título por antecipação na China.

“Foram cinco finais de semana incríveis para mim”, disse o piloto ao UOL Esporte. “Não tive muito tempo de parar e pensar nisso. Acho que no final do ano é quando vou ter tempo de pensar em tudo o que aconteceu comigo. Meu foco está mudando muito rapidamente de um final de semana para o outro”.

Perguntado se sentia dificuldade de ir de uma categoria em que disputava vitórias para outra em que está longe de ser protagonista, o neozelandês, que muito provavelmente será efetivado ano que vem, garantiu que não.

“Não é difícil. Marcar um ponto aqui seria incrível para mim e essa tem de ser minha meta. É difícil marcar um ponto na F-1 porque são os melhores pilotos do mundo e as condições são as mais duras. Mas eu mal posso esperar para continuar melhorando, como eu fiz nos Estados Unidos e no México e tirar tudo de bom o que tem acontecido para ter meu primeiro ponto na F-1. Isso seria um sonho.”

Pelo menos a pista de Interlagos não é novidade para Hartley, que disputou a etapa paulistana do WEC há três anos. Na F-1, contudo, os primeiros treinos livres, que serão disputados nesta sexta-feira em Interlagos, serão sua estreia no circuito.

“Nem tive tempo de testar esse circuito no simulador, porque estava lá na China. Mas pelo menos corri aqui em 2014 e conheço o circuito, mas vai ser minha primeira vez aqui com um F-1.”

Serão disputados dois treinos livres de 1h30 cada, começando às 10h da manhã e às 2h da tarde.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!