Topo

Fórmula 1

Hamilton arrisca "Paradinha" e explica relação com "irmão" Neymar

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

10/11/2017 04h00

Lewis Hamilton nunca escondeu sua ligação com o Brasil devido a sua devoção a Ayrton Senna, mas ultimamente sua relação com o país tem ganhado personagens diferentes: o piloto, que acaba de conquistar seu quarto título mundial na Fórmula 1, mantém contato com a cantora Anitta desde que os dois se conheceram durante o GP do Brasil do ano passado, e tem andado pela Europa com seu mais novo ‘brother’ Neymar.

Anitta e Hamilton teriam se conhecido melhor no final do ano passado e houve até um passeio de quadriciclo no México, divulgado nas redes sociais no início do ano, mas o inglês disse em entrevista exclusiva ao UOL Esporte que a cantora é uma “amiga”. E, mesmo não estando tão afiado quanto gostaria no português, mostrou que está por dentro dos sucessos da brasileira, que vai interpretar o hino nacional neste domingo em Interlagos, antes da largada do GP Brasil.

Redes Sociais/Reprodução
Imagem: Redes Sociais/Reprodução

“Anitta é uma amiga minha e acho que ela tem uma voz incrível, um grande espírito. Eu ouço a música dela, mas infelizmente não entendo nada de português. Eu tenho seguido sua carreira de perto. Eu a encontrei em Los Angeles quando ela estava gravando, mudando de cantar em português para inglês e ela estava muito nervosa em relação ao seu sotaque, mas ele é incrível, ela soa fantasticamente bem em suas últimas músicas”, disse Hamilton.

O UOL Esporte pediu uma palinha e o inglês inicialmente resistiu, mas depois tentou cantar um dos sucessos de Anitta, “Paradinha”.

“Irmão de outra mãe”
Outro brasileiro ilustre que Hamilton conheceu recentemente foi Neymar. E, mesmo com a barreira da língua, os dois imediatamente se identificaram e não se desgrudaram durante a Semana de Moda de Londres, em setembro. 

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
“É muito estranho porque a gente se dá bem, mas o Neymar não fala muito bem inglês, então as pessoas perguntam como a gente se entende. Mas acho que, naturalmente, foi algo que começou pela admiração mútua. Nós dois viemos de uma família humilde para chegarmos onde estamos hoje. Então um respeita o que o outro atingiu”, revelou o inglês que, na infância, chegou a jogar como lateral direito.

“Eu amo futebol, cresci jogando bola, então eu o vejo jogar e acho mágico. Mas além disso, no fundo, ele é uma grande pessoa. Nós andamos juntos e as pessoas acham que somos irmãos. Então sinto-me privilegiado de tê-lo conhecido e ter construído uma relação com ele. Ele também tem boas pessoas ao seu redor, irmãos que o apoiam de verdade e eu respeito isso. Estava trocando mensagens com ele agora e espero que em breve eu possa ir vê-lo em seu novo time - onde ele está detonando e isso me deixa muito orgulhoso.”

Neymar, inclusive, mandou uma mensagem para Hamilton escutar em seu carro logo após a conquista do tetracampeonato, há duas semanas, no GP do México. Já com o título na mão, o inglês disputa neste final de semana o GP do Brasil, com os primeiros treinos livres sendo disputados nesta sexta-feira em Interlagos.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!