Fórmula 1

Hamilton e Ricciardo fazendo fila e briga forte por vitória devem marcar GP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

12/11/2017 04h00

Os treinos livres para o GP do Brasil indicavam uma Mercedes forte, mas depois da classificação disputada no sábado, a penúltima etapa do campeonato acabou ganhando muitas variáveis: após uma luta forte pela pole position, Valtteri Bottas larga em primeiro, ao lado de Sebastian Vettel, enquanto Daniel Ricciardo e Lewis Hamilton vão ter de fazer corridas de recuperação.

Hamilton complicou sua vida depois de perder a traseira da Mercedes logo em sua primeira volta rápida na classificação. Já sabendo que o inglês largaria no fundo do pelotão, a Mercedes decidiu trocar seu motor e o piloto vai largar dos boxes. Mesmo assim, a expectativa é de que o campeão antecipado da temporada escale o pelotão. Que o diga Felipe Massa, que larga em nono e reconhece que será difícil segurar tanto o inglês, quanto Daniel Ricciardo, que sofreu uma punição de 10 posições no grid pela troca do MGU-H de sua unidade de potência e vai largar em 15º.

“Não tenho uma Mercedes, uma Ferrari, uma Red Bull”, disse Massa. O importante é tentar tirar o melhor do meu carro, mas espero que esses caras fortes que vêm de trás consigam passar. O importante para mim é fazer a melhor largada possível e também uma boa estratégia.”

A briga do brasileiro é para pontuar. A Williams não teve um desempenho tão bom com pneus usados quanto em simulações de classificação nos treinos livres e a missão de chegar no top 10 depende muito da largada de Massa. O piloto tem oponentes fortes, como as McLaren, Force India - que devem ter ritmo de corrida superior - e Renault.

Ainda que haja a expectativa de que Hamilton e Ricciardo “façam fila” na corrida, a briga pela vitória deve ficar entre os dois pilotos que largam na primeira fila: Sebastian Vettel admitiu que “amarelou” na classificação, em suas próprias palavras, e que poderia ter superado Valtteri Bottas. O ritmo de ambos em situação de corrida tem se mostrado parecido ao longo do final de semana, e o alemão aposta no aumento das temperaturas, que é esperado para este domingo em Interlagos, para superar o rival no que também é uma luta pelo vice-campeonato.

O terceiro elemento nesta disputa seria Max Verstappen tendo em vista o desempenho que a Red Bull demonstrou nos treinos livres. No entanto, o holandês enfrentou um problema em seu MGU-H e está usando uma peça antiga e desgastada. “Está difícil porque eu perco meio segundo em cada reta”, reclamou o piloto.

O GP do Brasil terá largada às 14h deste domingo e é a penúltima etapa de um campeonato que já tem Lewis Hamilton como campeão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo