Topo

Fórmula 1

Hamilton se abre sobre significados de suas tatuagens e elege a favorita

Reprodução/Instagram
Lewis Hamilton tem várias tatuagens espalhadas pelo corpo Imagem: Reprodução/Instagram

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

17/11/2017 10h09

Ele é um dos pilotos com mais vitórias - segundo na história, só atrás de Michael Schumacher - é apenas um dos cinco com pelo menos quatro títulos, o maior em número de pole positions. E também de tatuagens. E já avisou que, mesmo depois de cobrir as costas, o braço direito e parte do peito, não planeja parar por aí.

A maioria das tatuagens de Hamilton tem conotação religiosa: o piloto tem de crucifixos à reprodução de Pietà de Michelangelo, mas também tatuou símbolos relacionados à música, sua ligação com a família, além de imagens relacionadas à força, com um leão. Tudo começou, no entanto, com a frase “Still I rise” (ainda assim, eu me levanto, em português) tirada do poema de mesmo nome da ativista negra Maya Angelou, que lutou contra o racismo junto de uma das grandes influência do inglês, Martin Luther King.

“Este é o meu poema favorito porque há muita negatividade no mundo. É muito fácil se distrair com o que as outras pessoas pensam ou dizem, seja na escola, no trabalho ou com os amigos com quem você brigou ou algo do tipo. Mas acho que o mais importante é conhecer seu coração e tentar construir um escudo para refletir essas coisas. Porque se você fizer isso, se você construir essa força dentro de você, isso afeta quem estiver do seu lado e a encoraja a fazer o mesmo”, explicou Hamilton em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

Reprodução/Instagram
"Still I rise" está nas costas e no capacete do piloto Imagem: Reprodução/Instagram
“Eu amo essa frase porque, se você puder dizer isso para si mesmo, ‘você pode falar o que quiser de mim, pode me odiar, pode tentar me derrubar. Não importa: ainda assim, de alguma forma, eu vou superar tudo’. Então é por isso que eu tenho essa tatuagem nas minhas costas. Serve como algo que me lembra, quando eu tenho esses momentos em que eu caio, que vou continuar melhorando, não importa o que aconteça.”

A frase é tão marcante para Hamilton que também está em destaque em seu capacete há alguns anos, e foi citada pelo piloto quando ele teve de enfrentar dificuldades para garantir a conquista do título desta temporada por antecipação no GP do México.

Mas o número de tatuagens só passou a crescer exponencialmente depois que o piloto deixou a McLaren, no final de 2012. À época comandada por Ron Dennis, a equipe sempre foi famosa por sua rigidez, mas o período de ida para a Mercedes também marcou uma mudança no perfil de Hamilton, que passou a dispensar a presença constante do pai nas corridas, algo que marcara sua carreira, e a se aventurar mais em outras áreas, como a moda e a música.

Tanto, que as tatuagens acabaram se tornando para Hamilton uma forma de expressão. “Tenho muitas tatuagens e sigo fazendo mais constantemente, quando eu tenho tempo livre - porque eu quero fazer mais… mas eu não quero fazer qualquer coisa. Então sempre quero me certificar que faça algo que tenha um significado para mim, que se conecte com meu coração, que vou amar.”

Reprodução/Instagram
A tatuagem predileta de Hamilton é em seu pesçoco Imagem: Reprodução/Instagram
E, falando em amor, seu desenho predileto é uma tatuagem vista em público pela primeira vez no início deste ano: a inscrição “God is love” (Deus é amor, em português), que o inglês tem no pescoço.

“Eu amo ‘Deus é amor’ porque sinto que é isso mesmo, é a cura para tudo. O amor é algo tão positivo, seja pela sua família, uma parceira, um animal, um cachorro, qualquer coisa. Há muito amor entre nós e também muita negatividade, mas acho que o amor supera tudo, é maior, mais poderoso do que qualquer negatividade que há a nossa volta. Então espalhar amor é o que eu tento fazer.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!