Fórmula 1

TV e papel na FIA estão nos planos de Felipe Massa após aposentadoria

Clive Mason/Getty Images
Felipe Massa e Lance Stroll no paddock de Suzuka, no Japão Imagem: Clive Mason/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Abu Dhabi

23/11/2017 11h51

A três dias de fazer sua despedida da Fórmula 1, Felipe Massa já está com a cabeça no futuro. E são várias as possibilidades para o piloto, que deve ter um papel na Federação Internacional de Automobilismo e como comentarista de TV, enquanto espera pelo início da temporada 2018-2019 da Fórmula E.

Segundo informações do UOL Esporte, o empresário do piloto, Nicolas Todt, já teria firmado acordo para que o brasileiro fizesse dez corridas participando da transmissão da Sky Sports global. A TV tem canais que mostram a F-1 no Reino Unido, Itália e Alemanha, e tem entre seus comentaristas Jacques Villeneuve e Paul Di Resta. Massa, no entanto, não quis confirmar.

“Não tenho um contrato ainda, não tenho nada. Tenho a ideia de fazer TV, algo que já havia no final do ano passado. Tenho tido conversas, mas não acertei nada com ninguém em nenhum tipo de coisa, por enquanto.”

Outro caminho que começa a se desenhar para o piloto é na política. Massa foi indicado pela Confederação Brasileira de Automobilismo como representante do Brasil na FIA. Seu nome precisa ser aprovado por uma votação que acontecerá em dezembro. Porém, como o piloto tem ótima relação com o presidente da entidade, Jean Todt, a aprovação de seu nome deve ser uma formalidade.

“Primeiro, meu nome tem que ser votado, acho que será na semana que vem. A Federação Brasileira pediu que eu fosse o nome que se candidataria ao Conselho Mundial da FIA. Seria através do Brasil, mas não significa que estaria lá só pelo Brasil - é para fazer parte do Conselho Mundial. O que eu puder fazer para tentar ajudar o automobilismo em geral, como também o brasileiro, estou à disposição.”

Às pistas, Massa só deve retornar no final do ano que vem, no início da temporada 2018-2019 da Fórmula E. Perguntado pelo UOL Esporte se considera possível fazer algumas corridas na categoria neste ano para se ambientar, o brasileiro disse que, a princípio, isso não deve acontecer.

“Não quero chegar lá e pegar a vaga de algum piloto só para estar no grid. Quero fazer as coisas direito, me preparar bem, e é isso que vou fazer ano que vem. Meu plano é inclusive treinar mais do que treinei neste ano, porque terei mais tempo!”

Mesmo que tenha demonstrado por diversas vezes interesse em correr na F-E, Massa ainda não tem nada fechado na categoria, que tem como atual campeão Lucas Di Grassi. O chefe da categoria, Alejandro Agag, no entanto, afirmou recentemente que a estreia do brasileiro é uma “questão de tempo”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
UOL Esporte
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
AFP
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Topo