Topo

Fórmula 1

Ofensa de Ricciardo em treino da F1 poderia render até prisão em Abu Dhabi

Reprodução de TV
Ricciardo mostra o dedo médio para Grosjean em treino livre para o GP de Abu Dhabi Imagem: Reprodução de TV

Do UOL, em São Paulo

24/11/2017 17h11

A transmissão oficial dos treinos livres para o GP de Abu Dhabi de Fórmula 1, nesta sexta-feira, flagrou o australiano Daniel Ricciardo em momento "briga de trânsito". Atrapalhado por Romain Grosjean na segunda sessão do dia em Yas Marina, o piloto da Red Bull mostrou o dedo médio ao francês da Haas.

A sorte de Ricciardo é que ele perdeu a compostura em um evento de acesso restrito. Se fosse flagrado em uma via pública dos Emirados Árabes Unidos gesticulando de forma ofensiva, correria o risco de ser preso.

As leis do país asiático proíbem gestos obscenos em público. Homens e mulheres já foram condenados a até um mês de detenção por esse motivo. Existe punição prevista até para quem usar um emoji que ilustre o dedo médio em mensagens de texto por celular.

Ricciardo ainda teve conversa pouco amistosa com um engenheiro da Red Bull via rádio após o episódio. Em entrevista, o australiano disse que agiu "no calor do momento".

"Eu machuquei o dedo e estava apenas o sacudindo", minimizou o piloto. "Ele (Grosjean) não teve a intenção de atrapalhar, era apenas um treino. Foi frustrante. Eu estava embalado, e ele em fim de volta rápida", explicou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!