Topo

Fórmula 1

Papel de Felipe Massa na FIA está definido: participar de comissão de kart

Dan Istitene/Getty Images
Felipe Massa falou sobre o episódio de violência com estrangeiros em Interlagos Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

08/12/2017 10h46

Com a oficialização da reeleição, nesta sexta-feira, de Jean Todt na presidência da Federação Internacional de Automobilismo, ficou mais clara também a função de Felipe Massa no novo mandato do francês. O ex-Fórmula 1 terá uma cadeira na Comissão de Kart. O mandato atual de Todt, que é o terceiro seguido na entidade, vai até 2021.

Inicialmente, falou-se em um convite da Confederação Brasileira de Automobilismo para que Massa representasse o país na FIA. Porém, isso vai contra o estatuto da entidade. Mesmo assim, com o apoio de Todt, o brasileiro passou a ser cogitado para outros papéis, incluindo uma espécie de consultor para mudanças nos regulamentos da F-1.

O UOL Esporte confirmou nesta sexta-feira, contudo, que o papel de Massa será no kart, categoria pela qual passou antes de andar em carros de fórmula, assim como a grande maioria dos pilotos que chegam à Fórmula 1.

A relação entre Massa e Todt é antiga: o dirigente conheceu o brasileiro quando ele ainda era piloto de testes da Ferrari em 2003 e ajudou a levá-lo para a Scuderia em 2006. Em entrevista recente ao UOL Esporte, Massa inclusive destacou a importância de Todt em sua carreira.

“Foi o melhor chefe que tive, fácil. Acho que pelo talento dele, a dedicação que ele tem, o quão profissional e organizado ele é. Destaco a maneira dele trabalhar com as pessoas e de cobrar o melhor delas. É difícil achar uma pessoa igual a ele.”

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!